Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13242
Title: Nas franjas da cidade: a luta por direitos na periferia de Campos dos Goytacazes (RJ)
Authors: Carvalho, Pollyanna de Souza
metadata.dc.contributor.advisor: Almeida, Érica Terezinha Vieira de
metadata.dc.contributor.members: Almeida, Érica Terezinha Vieira de
Siqueira, Antenora Maria da Mata
Dutra, Adriana Soares
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: CARVALHO, Polllyanna de Souza. Nas franjas da cidade: a luta por direitos sociais na periferia de Campos dos Goytacazes (RJ). 2019. 126 f. Trabalho final de curso (Bacharelado em Serviço Social) - Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional, Campos dos Goytacazes, RJ, 2019.
Abstract: O trabalho apresentado com denominação de “Nas franjas da cidade: a luta por direitos social na periferia de Campos dos Goytacazes(RJ)”, objetiva identificar e problematizar sobre os conflitos urbanos, mobilizações coletivas e os móveis dos moradores de áreas periféricas, no limiar do século XXI, na cidade de Campos dos Goytacazes/RJ. Tal discussão emerge a partir da pesquisa de iniciação científica financiada pela FAPERJ, cujo título intitula-se “Trabalho, Precarização e Resistência na Periferia do Capitalismo: a Região Norte Fluminense como cenário”, por meio da qual investigou-se as ações coletivas, manifestações e grupos de resistências, na cidade de Campos. Foi possível, através desta pesquisa, analisar os conflitos urbanos protagonizados pelos moradores de áreas periféricas, especificamente os moradores da Favela da Margem da Linha, em decorrência dos processos de remoção e destituição de direitos, com a implementação dos Grandes Investimentos na cidade de Campos, gerando, por outro lado, a transformação das injustiças sociais em resistências contemporâneas, na órbita da mundialização do capital. Para atingir o objetivo proposto, o primeiro capítulo se propõe realizar uma leitura bibliográfica sobre o capitalismo contemporâneo delimitado pelo avanço do braço punitivo estatal e do neoliberalismo, o que fez surgir um quadro de mobilizações da classe trabalhadora brasileira após a década de 1970. Como desdobramento do primeiro, o segundo capítulo, portando pesquisa hemerográfica, documental e de campo, visa compreender as marcas sócio-históricas da cidade de Campos, desde a segunda metade do século XX, articulando a relação entre o Estado, mercado e a sociedade civil. Além disto, investiga os sujeitos sociais que realizaram uma onda de protestos e manifestações coletivas no século XXI, especialmente os moradores de áreas periféricas, na requisição de direitos sociais negados por décadas. Como resultados da pesquisa de iniciação científica, nota-se que as demandas dos moradores se direcionam ao transporte, saúde, educação, infraestrutura e saneamento, entre outras dimensões que perpassam às necessidades de produção e reprodução social da classe trabalhadora. Mais peculiarmente, uma parcela de moradores que conseguiu se organizar formando um movimento social, foi o grupo subalterno da Favela da Margem da Linha, na defesa de sua identidade, projetos políticos, território e cultura. Neste sentido, mapear e estudar as mobilizações dos grupos subalternos, na modalidade de moradores de áreas periféricas, é um importante mecanismo para a organização e estruturação das ações coletivas e resistências, à luz do novo padrão de acumulação do capital ancorado nos agentes rentistas e imobiliários nas cidades, ocasionando um contexto de segregação socioespacial e expropriação da classe subalterna.
metadata.dc.description.abstractother: The work presented with the title “In the fringes of the city: the struggle for social rights in the periphery of Campos dos Goytacazes(RJ)”, aims to identify and discuss about urban conflicts, collective mobilization and the residences of people from the peripheral areas, on the threshold century XXI, in the city of Campos dos Goytacazes/RJ. This discussion emerges from the scientific initiation research funded by FAPERJ, which the title is named “Work, Precariousness and Resistance in the Periphery of Capitalism: the North Fluminense Region as a scenario”, through that the collective actions, manifestations and resistance groups in the city of Campos. It was possible, through this research, to analyze the urban conflicts carried out by residents of peripheral areas, specifically the residents of the Margem da Linha Favela, as a result of the processes removal of rights, with the implementation of the Big Enterprises in the city of Campos, Brazil. Generating, on the other hand, the transformation of social injustices into contemporary resistance, in the orbit of the globalization of capital. To achieve the proposed objective, the first chapter proposes to make a bibliographical reading about contemporary capitalism delimited by the advance of the state punitive arm and neoliberalism, that gave rise to a picture of mobilization of the Brazilian working class after the 1970s. With the the first chapter results, the second chapter, with hemerographic research, documentary and field research, aims to understand the social and historical marks of the city of Campos, since the second half of the twentieth century, articulating the relationship between the state, market and civil society. In addition, it investigates the social subjects who carried out a wave of protests and collective demonstrations in the 21st century, especially the residentes of peripheral areas, in requesting social rights denied for decades. As a result of the scientific initiation, it is noted that the demands of residentes are directed to transportation, health, education, infrastructure and sanitation, among other dimensions that permeate the needs of production and social reproduction of the working class. More peculiarly, a portion of residentes who managed to organize themselves by forming a social movement was the subaltern group of Margem da Linha Favela, with the goal to protect their identity, political projects, territory and culture. In this sense, mapping and studying the mobilization of subordinate groups, as residents of peripheral areas, is an important mechanism for the organization and structuring of collective actions and resistances, in light of the new pattern of accumulation of capital anchored in rentiers and real estate agents in the cities, causing a context of social-spation segregation and expropriation of the subordinate class.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13242
Appears in Collections:SGM - Trabalhos de Conclusão de Curso - Campos dos Goytacazes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia final de Pollyanna Carvalho, Servico social UFF, 2019.pdfTrabalho final de curso de Pollyanna de Souza Carvalho4.81 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons