Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13394
Title: As formas de controle na escola 15 de Novembro com base na sua arquitetura
Authors: Souza, Anderson Caetano
metadata.dc.contributor.advisor: Malta, Márcio José Melo
metadata.dc.contributor.members: Malta, Márcio José Melo
Paiva, Andréa Lucia da Silva
Cruz, Natália dos Reis
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: SOUZA, Anderson Caetano de. As formas de controle na escola 15 de novembro com base na sua arquitetura. 2018. 33 f. Trabalho Final de Curso (Licenciatura em Ciências Sociais) - Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional, Campos dos Goytacazes, 2018.
Abstract: As relações de controle de vigilância e de punição encontradas no espaço escolar, com base na arquitetura do lugar e das relações interpessoais entre os agentes do lugar é o objeto central de análise desta monografia. Busco, no entanto o entendimento de que na escola ainda se faz presente muita das formas de controle de vigilância e de punição apontadas pelos autores trabalhados nesta monografia, e que a arquitetura do lugar tem uma forte influência para estas formas de controle e de vigilância dos agentes do lugar. Através de diferentes interpretações construí uma proposição de análise que observa que a escola se parece em muitos aspectos com outras instituições da sociedade, e possui um caráter de controle e vigilância muito parecidos como, por exemplo, a prisão carcerária, o hospital, a fábrica, entre outros lugares. O caminho percorrido para este entendimento passou necessariamente, pela compreensão de que os discursos envolvidos em torno da vigilância e do controle e até mesmo da punição aos indivíduos destes lugares é que este discurso não se aplica apenas a um lugar específico, mas o modelo serve para todos os espaços incluindo a escola, um exemplo disto é a concepção do panóptico de Bentham.
metadata.dc.description.abstractother: The surveillance control and punishment relationships found in school space, based on the architecture of the place and the interpersonal relations among the agents of the place is the central object of analysis of this monograph. However, I seek the understanding that in school, many of the forms of vigilance control and punishment pointed out by the authors of this monograph still exist, and that the architecture of the place has a strong influence on these forms of control and surveillance of agents of the place. Through different interpretations, I constructed a proposition of analysis that observes that the school resembles in many aspects with other institutions of society, and has a similar control and surveillance character, such as prison, hospital, factory, among other places. The way forward for this understanding has necessarily gone through the understanding that the discourses involved in surveillance and control and even punishment of individuals from these places is that this discourse does not apply only to a specific place, but the model serves to all spaces including school, an example of this is the conception of the Panopticon of Bentham.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13394
Appears in Collections:CSL - Trabalhos de Conclusão de Curso - Campos dos Goytacazes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monografia de Anderson SOUZA.pdf591.33 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.