Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1367
Title: Treinamento e desenvolvimento corporativo: percepções desse processo em uma agência de viagens
Authors: Silva, Bianca Rodrigues da
metadata.dc.contributor.advisor: Castro, Carolina Lescura de Carvalho
metadata.dc.contributor.members: Dantas, José Carlos de Souza
Lima, Ari Soares
Issue Date: 2013
Abstract: O turismo é considerado, atualmente, como a área que mais cresce no mundo e a indústria de viagens participa deste crescimento. As agências de viagens compõem um dos principais segmentos do mercado turístico. Elas são o canal mais clássico de comercialização turística e fazem parte de um sistema de processos que possibilitam a realização do turismo nos destinos. E por trabalhar diretamente com pessoas, a valorização do capital humano, torna-se um das ferramentas para a qualidade no atendimento. A área de gestão de pessoas em agências de viagens merece ser estudada de forma mais intensa, principalmente a utilização e a aplicação das ferramentas do processo de treinamento e desenvolvimento. Diante do exposto, objetivou-se compreender o processo de treinamento e desenvolvimento de uma agência de viagens, bem como analisar a percepção dos entrevistados com relação a esse processo. Para responder o objetivo central do trabalho, realizou-se uma pesquisa bibliográfica e, posteriormente, um trabalho de campo de natureza qualitativa. Através de entrevistas semi-estruturadas realizada com os funcionários e com o gerente da agência investigada foi possível a criação de categorias de análise que atendem ao objetivo proposto. Foram encontradas as seguintes categorias: a “obrigatoriedade não obrigatória” dos treinamentos; treinamentos “de cima para baixo”; ausência de acompanhamento pós- treinamento; foco nos resultados e não no processo de vendas; sem perspectiva de crescimento; relação entre treinamento e melhoria no desempenho; e atuação restrita da universidade corporativa.
metadata.dc.description.abstractother: Tourism is currently considered as the fastest growing area in the world and travel industry participate in this growth. Travel agents make up a major segment of the tourism market. They are the most classic channel marketing and tourism are part of a system of processes that enable the realization of tourism in destinations. And by working directly with people, the development of human capital, it becomes one of the tools for quality service. The area of people management in travel agencies needs to be studied more intensively, especially the use and application of the tools of the process of training and development. Therefore, we aimed to understand the process of training and developing a travel agency as well as to analyze the perception of respondents regarding this process. To answer the central objective of the work, carried out a literature review and later a field study of a qualitative nature. Through semi-structured interviews conducted with employees and the branch manager was investigated possible to create categories of analysis that meet the proposed objective. We have found the following categories: a "non-mandatory requirement" of training, training "top-down", absence of follow-up after training; focused on results and not in the sales process; without growth perspective, the relationship between training and improving performance, and restricted activities of corporate universities.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1367
Appears in Collections:SGT - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
230 - Bianca da Silva.pdf761.96 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.