Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1376
Title: Ecoturismo de base comunitária: possibilidade para o desenvolvimento turístico em Oriximiná - PA
Authors: Froese, Vanessa Figueira
metadata.dc.contributor.advisor: Trentin, Fábia
metadata.dc.contributor.members: Silva, Erly Maria de Carvalho e
Issue Date: 18-Jan-2016
Abstract: O presente estudo tem por objetivo analisar como o turismo presente nas comunidades remanescentes de quilombos no município de Oriximiná pode ser entendido no âmbito dos tipos de turismo relacionados à natureza. Busca-se conhecer o cotidiano das comunidades, compreender de que maneira elas consideram a prática do turismo em seu território e como são manifestadas as relações entre anfitrião e hóspede. Assim, o turismo de natureza, o turismo de aventura, o ecoturismo e o turismo de base comunitária são conceituados a fim de identificar suas características nas comunidades quilombolas de Oriximiná. Trata-se de uma pesquisa exploratória descritiva baseada em pesquisas bibliográficas e pesquisa de campo usando o método da observação participante. Por meio da abordagem bibliográfica utilizada para descrever o ecoturismo e o turismo de base comunitária, o ecoturismo de base comunitária é apresentado como forma de um turismo mais justo, no qual as comunidades tradicionais receptivas são as principais responsáveis pelo desenvolvimento do turismo em seus territórios. Os princípios, características e impactos do ecoturismo de base comunitária são investigados e apontados com o intuito de apresentar a atividade e de que maneira sua prática modifica a realidade das comunidades que a aderem. Por meio da pesquisa de campo, usando a metodologia de inventário da oferta turística e por meio da observação das características de Oriximiná, são apresentados os aspectos gerais do município e a realidade das comunidades remanescentes de quilombos destacando a importância de seu patrimônio cultural. Pela experiência vivenciada nas comunidades quilombolas e pelo contato direto com visitante e visitados conclui-se que o ecoturismo de base comunitária é praticado nessas regiões de forma casual. Entretanto, as comunidades quilombolas não consideram que a atividade que proporcionam em seus territórios seja uma atividade turística, deixando de aproveitar os benefícios que poderiam ser gerados por ela. A relação entre visitantes e visitados é efetivada pelas trocas culturais que advém do convívio direto entre eles. Portanto, pode-se afirmar que o ecoturismo de base comunitária em Oriximiná é espontâneo e influenciado pelas condições do meio. Assim, é praticado por visitantes que se interessam e valorizam os aspectos culturais e naturais dos territórios quilombolas.
metadata.dc.description.abstractother: This study aims to examine how the tourism that is present in Quilombolas communities in the city of Oriximiná can be understood in the extend of nature tourism. It searches to understand the daily life of communities, understand how they consider the practice of tourism in their territory and how are expressed the relationship between visitor and visited. Thus, the nature tourism, the adventure tourism, the ecotourism and the community-based tourism are in order to identify their characteristics in communities of Oriximiná. This is a descriptive exploratory study based on literature searches and fieldwork using the method of participant observation. Through literature used to describe ecotourism and community-based tourism, the community-based ecotourism is explained as a form of more just tourism, where traditional communities are the principal responsible for the development of tourism in their areas. The principles, characteristics and impacts of community-based ecotourism are highlighted and investigated in order to introduce the activity and how their practice changes the reality of the communities who practices it. Through fieldwork research, using the observation as technique to understand the characteristics of Oriximiná, the general aspects of the city and the reality of quilombos remaining community are presented, highlighting the importance of their cultural heritage. The experience lived in quilombolas communities and by direct contacts with visitors and visited concluded that the community-based ecotourism is practiced in these areas in a casual way. However, the quilombolas communities do not consider that the activity that they provide in their territories is a tourist activity, failing to enjoy the benefits that could be generated by it. The relationship between visitors and visited is effected by the cultural exchange that comes from direct contact between them. Therefore, it can be said that the community-based ecotourism in Oriximiná is spontaneous and influenced by the place conditions. Thus, it is practiced by visitors who are interested in the cultural and natural characteristics of quilombolas territory.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1376
Appears in Collections:SGT - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
105 - Vanessa Froese.pdf2.38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.