Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13881
Title: Avaliação das dimensões ósseas alveolares em relação ao posicionamento radicular de dentes anteriores em maxila
Other Titles: Evaluation of alveolar bone dimensions in relation to radicular positioning of anterior teeth in maxilla
Authors: Ferreira, Isabela Celine do Carmo
metadata.dc.contributor.advisor: Santana, Ronaldo Barcellos de
Issue Date: 2019
Abstract: Estudos demonstram maior instabilidade das paredes ósseas vestibulares dos dentes com maior reabsorção após a extração dentária. Fenômeno este, que pode estar relacionado à menor espessura óssea desta região, podendo ter grandes implicações clínicas. O comprimento e a posição sagital da raiz, além da morfologia óssea da região devem ser avaliados, sendo a utilização da Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico (TCFC) um importante recurso de imagem. O objetivo geral do presente estudo foi mensurar a espessura das corticais ósseas das paredes vestibular e palatina em região anterior de maxila, por meio de imagens de TCFC. Foi realizada a seleção de imagens de TCFC de 50 pacientes (25 homens e 25 mulheres), sendo incluídos na amostra pacientes com idade entre 18 anos e 30 anos, com todos os dentes anteriores superiores (canino a canino) presentes e hígidos. Foram realizadas as avaliações por meio de mensurações perpendiculares ao longo eixo dos dentes, da espessura das corticais ósseas vestibular e palatal nos terços cervical, apical e médio das raízes de cada dente avaliado. Também foram realizadas as avaliações mensurando 6 ângulos pré-estabelecidos e espessuras entre eles. Incisivos laterais e caninos apresentaram diferença significativa entre os terços vestibulares avaliados deles mesmo e espessura palatina dos incisivos laterais apresentaram diferença significativa entre ele e os incisivos centrais e caninos. O estudo realizado reafirma a literatura existente em relação as finas corticais vestibulares presentes nos dentes anteriores em maxila. Além disso, apresenta diferenças de posicionamento e de espessuras, tanto vestibular quanto palatinas dos incisivos laterais, que podem apresentar necessidade de maior atenção em terapias ortodônticas e em reabilitações com implantes pós exodontia. O presente estudo reforça que planejamentos para intervenções em maxila anterior devem ser feitos previamente ao início do tratamento, com o auxilio de TCFC, principalmente em relação aos incisivos laterais.
metadata.dc.description.abstractother: Buccal bone walls present significant resorption after tooth extraction, possibly related to the smaller bone thickness, length and the sagittal position of the root, and bone morphology. The goal of the present study was to measure the thickness of the bony cortical bone of the vestibular and palatal walls in the anterior region of the maxilla, by means of Cone Beam Computed Tomography (CBCT) images. Measurements of CBCT images of 300 maxillary anterior teeth of 50 patients (25 males and 25 females), aged 18 to 30 years were carried out. The parameters evaluated included the thickness of the buccal and palatal cortical bone in the cervical, apical and middle thirds of the roots and six specific angular measurements from each tooth. Lateral incisors showed a significant difference in thickness between each buccal and palatal thirds and measurements were also significantly smaller than the central and canine incisors. The present findings demonstrated significant differences in position and thickness, at buccal and palatal aspects of the lateral incisors, which may present a need for greater attention in surgical planning and in rehabilitations with post-dental implants with the aid of CBCT.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13881
Appears in Collections:PPGO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Isabela Celine.pdf654.42 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons