Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13900
Title: O novo turista e a hospedagem P2P: as práticas de consumo turístico na contemporaneidade
Authors: Branco, Rachel de Paula Canedo
metadata.dc.contributor.advisor: Siqueira e Sousa, Adonai Teles
metadata.dc.contributor.members: Rocha, Hilda Nogueira Alves
Mayer, Verônica Feder
Issue Date: 2020
Citation: BRANCO, Rachel de Paula Canedo. O Novo Turista e a Hospedagem P2P: As práticas de consumo turístico na contemporaneidade. 2020. 204 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Turismo) - Programa de Pós-Graduação em Turismo, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2020.
Abstract: A contemporaneidade é marcada por uma relação específica com o consumo, trazida pela modernidade e suas revoluções tecnológicas. Atualmente, os estudos do consumo são profusos, mas devido à sua evolução tardia, ainda há uma diversidade de fenômenos à espera de atenção por este prisma. Identificamos o turismo como um deles, por serem raros os trabalhos a relacionar turismo e consumo desde uma perspectiva simbólica. O turismo, fenômeno que movimenta bilhões de pessoas pelo mundo, pode ser considerado uma das principais práticas de consumo na atualidade, transformando-se em um abundante campo de estudos para os interessados pelo tema. Ao avaliar as características particulares do turismo contemporâneo e as tendências que dele emergem, identificamos o fenômeno dos meios de hospedagem pessoa-a-pessoa, ou hospedagem P2P, que parece dialogar com as necessidades e particularidades do novo turista por meio de seu serviço baseado no consumo colaborativo. Para isso, a hospedagem P2P busca vincular ao seu discurso de marca os princípios de valor que expressam a identidade social do novo turista, a saber a independência, a experiência e a autenticidade. Baseado nessa conjuntura, o presente trabalho tem como objetivo investigar como o novo turista percebe a proposta dos meios de hospedagem P2P por meio de seu discurso de marca. Utilizamos o paradigma da Consumer Culture Theory por considerarmos uma perspectiva adequada para se tratar dos aspectos subjetivos e simbólicos do consumo, e estabelecemos um escopo teórico sobre os conceitos de consumo, identidade social, novo turismo e meios de hospedagem P2P. Para desenvolvermos nosso trabalho de campo foi selecionada a netnografia, um conjunto de técnicas e práticas de caráter qualitativo adequado para estudar comunidades online, e a comunidade escolhida foi o Travellerspoint, uma das maiores comunidades de viajantes do mundo. Após seis meses de arquivamento de dados e observação participante nos fóruns da comunidade, pudemos constatar que, embora o discurso dos princípios de valor e de distinção do novo turista seja estimulado e reproduzido pela comunidade, a comunidade não percebe a hospedagem P2P como reprodutora desse discurso a ponto de atraí-los aos seus serviços. Após a apresentação e discussão desse e outros resultados, encerramos a pesquisa com nossas considerações finais a respeito das limitações e do legado deste trabalho.
metadata.dc.description.abstractother: Contemporary times are marked by a specific relationship with consumption, a legacy from modernity and its technological revolutions. Currently, consumer research is abounding, but due to its late upbringing, there is still several phenomena waiting to be considered under the lights of this knowledge area. We identified tourism to be one of them, for it is rare to find literature merging both topics, tourism and consumption from a symbolic perspective. Tourism, a phenomenon that moves billions of people around the world, may be considered one of the main consumption practices of the contemporary world, becoming an enhanced field to those interested about the issue. By taking into consideration the specifics of contemporary tourism and the trends that emerged with it, we identified the phenomenon of peer-to-peer accommodation, or P2P accommodation, which seems to relate to the new tourist’s needs through its service based on collaborative consumption. In order to do so, P2P accommodation is keen to bind to its brand discourse the value principles that express the new tourist’s social identity, which are the independence, the experience and the authenticity. Based on this scenario, the present research aims to investigate how the new tourist perceives P2P accommodations proposals through its brand discourse. We use Consumer Culture Theory paradigm for considering this a suitable perspective in order to manage subjective and symbolic aspects of consumption, and we establish a theoretical framework regarding the concepts of consumption, social identity, new tourism and P2P accommodation. In order to develop our fieldwork, we chose netnography as the method, which is a qualitative gathering of practices and technique appropriate to study online communities, and the community chosen was Travellerspoint, one of the biggest travelling communities in the world. After six months of data archiving and participant observation in the community forums, we could come to the conclusion that, although the value principles discourse and the new tourist discourse are stimulated and reproduced by the community, the community itself does not perceive P2P accommodation to reproduce the same discourses in a way it makes them feel attracted by its services. After the presentation and discussion of this and other results, we conclude this research with our final considerations regarding its limitations and its legacy.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13900
Appears in Collections:MAT - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Rachel_Branco.pdf3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.