Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13949
Title: Mobilizações contra a fome no Brasil : 1978-1988
Authors: Alvim, Daniel Horta
metadata.dc.contributor.advisor: Maciel, Laura Antunes
metadata.dc.contributor.members: Assis, Charleston José de Sousa
Almeida, Juniele Rabelo de
Corrêa, Maria Letícia
Fontes, Paulo Roberto Ribeiro
Issue Date: 2016
Abstract: Esta tese investiga uma série de mobilizações – institucionais, partidárias, científicas, jornalísticas, sindicais, comunitárias, insurrecionais –, as quais contribuíram para que a questão da fome assumisse relevância fundamental nos debates e movimentos que impulsionaram a redemocratização Brasileira, entre 1978 e 1988. A primeira parte do trabalho consistiu em avaliar o papel histórico cumprido pelas mobilizações que, entre os anos de 1978 e 1981, se colocaram contrárias ao avanço da fome no país, frente aos efeitos da crise do “chamado milagre econômico brasileiro”. Naquele período histórico, o Movimento Custo de Vida e Contra a Carestia, as Marchas da Panela Vazia e a Comissão Parlamentar de Inquérito (instaurada em 1981 na Câmara dos Deputados para investigar as causas do avanço da fome entre a população brasileira) são exemplos de mobilizações que romperam o silêncio do regime militar sobre a questão da fome e criticaram a modernização autoritária brasileira. A segunda parte da pesquisa buscou aprofundar a análise em torno do ano de 1983 considerado um momento de ruptura política, em que os debates e mobilizações sobre o problema da fome evidenciaram um conflito social com caráter de luta entre classes. Deu-se maior atenção às mobilizações caracterizadas pelos saques populares em busca de alimentos, ocorridas em diversas regiões do Brasil, durante o ano de 1983. Em paralelo, demonstrou-se a forma como a grande imprensa e os jornais populares abordavam, sob ângulos diferentes, a questão da fome e os conflitos sociais então latentes, demonstrando suas lutas discursivas pela obtenção do consenso político a respeito daquelas experiências. Também nesta parte, foi evidenciada uma série de mobilizações populares, de cunho organizativo, as quais permitiram a população brasileira reivindicar, ao mesmo tempo, a luta contra a fome e a redemocratização nacional. Foram abordados, inclusive, os pontos de tensão política entre os movimentos de cunho organizativo e as ações desencadeadas pela multidão que promovia saques em busca de alimentos. Na última parte do trabalho, demonstrou-se que a fome também esteve entre as pautas fundamentais dos debates e ações que consolidaram a redemocratização brasileira. Para tanto, destacou-se as Campanha da Fraternidade da CNBB (1985) – “Pão para quem tem fome” – e as discussões sobre o problema da fome que se delinearam durante a Assembléia Nacional Constituinte (1986/1988).
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13949
Appears in Collections:NEC - Teses e Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese-daniel-horta-alvim.pdf4.62 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons