Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14186
Title: Desafios da proteção social para trabalhadores escravizados no Brasil contemporâneo: uma análise a partir do acesso ao Programa Bolsa Família
Authors: Rocha, Graziella do Ó
metadata.dc.contributor.advisor: Brandão, André Augusto Pereira
metadata.dc.contributor.members: Figueira, Ricardo Rezende
Prado, Adonia Antunes
Senna, Mônica de Castro
Almeida, Carlos Alberto de Lima
Issue Date: 2013
Abstract: A pesquisa contou com uma combinação de análises quantitativa e qualitativa. A abordagem quantitativa foi produzida junto ao banco de dados do Cadastro Único para Programas Sociais (CADUNICO) do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, que permitiu identificar características socioeconômicas e demográficas de trabalhadores resgatados, pelo Ministério do Trabalho e Emprego, de condições análogas à escravidão. Já a abordagem qualitativa foi realizada por meio de entrevistas em profundidade com um grupo de cortadores de cana, libertados em Campos dos Goytacazes-RJ. A tese demonstra o perfil socioeconômico e demográfico dessa população e evidencia constrangimentos no modo como a Política Nacional de Assistência Social tem incorporado famílias e trabalhadores resgatados do trabalho escravo no que concerne a garantia de acesso prioritário ao Programa Bolsa Família. Defende a hipótese que o enfrentamento do trabalho escravo no país necessita da solidificação das ações de repressão, de prevenção e de reinserção social em sua cultura organizacional de modo que, em longo prazo, essas ações deixem de ser uma resposta a uma convocatória supragovernamental para se tornarem práticas habitualmente inseridas no cotidiano dos estados e municípios de modo que estes reconheçam o problema e atuem nas falências estruturais e na naturalização das desigualdades que produzem e reproduzem a escravidão no Brasil.
metadata.dc.description.abstractother: The research combined quantitative and qualitative analysis. The quantitative approach was achieved through the database of the for Cadastro Único para Programas Sociais (CADUNICO) of the Ministry for Social Development and Fight Against Hunger, which identified socioeconomic and demographic characteristics of workers rescued from conditions analogous to slavery by the Ministry of Labour and Employment. As for the qualitative approach, it was conducted through in-depth interviews with a group of workers of the sugarcane industry, released in Campos dos Goytsacazes-RJ. The objectives of the thesis were to characterize the socioeconomic and demographic profile of this population and to understand how the National Policy for Social Assistance has integrated families and workers rescued from slave labor concerning the assurance of priority access to the Bolsa Família Program. The thesis supports the hypothesis that social protection for workers brought out of slave labor lacks solidification in the organizational culture of the country, so it is no longer solely a response from central government to become a normal practice embedded in daily Brazilian state and this requires the development of actions to ensure crosssector actions with fostering strategic alliances in conjunction with various public and private actors and their decentralization.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14186
Appears in Collections:PPGESS - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Desafios da proteção social - Gabriela do O.pdf5.42 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons