Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14452
Title: Desenvolvendo o envolvido: o projeto de pré-vestibular social de um colégio em Macaé como forma de ascensão das classes populares
Authors: Souza, Carolina Alfradique
metadata.dc.contributor.advisor: Monteiro, Rodrigo de Araújo
metadata.dc.contributor.members: Monteiro, Rodrigo de Araujo
Mouzinho, Glaucia Maria Pontes
Silveira, Raquel Brum Fernandes da
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: SOUZA, Carolina Alfradique de. Desenvolvendo o envolvido: o projeto do pré-vestibular social de um colégio em Macaé como forma de ascensão das classes populares. 2018. 59 f. Trabalho Final de Curso (Licenciatura em Ciências Sociais) - Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional, Campos dos Goytacazes, 2018.
Abstract: É lugar comum para a sociologia ter a trajetória das classes populares em busca de ascensão social como foco de pesquisa. Contudo, no presente trabalho, debruçou-se sobre a fuga do rótulo estigmatizante de “envolvido X não envolvido” e “sucesso X fracasso escolar” por parte das juventudes, tendo os pré-vestibulares sociais como ponte para alcançar o que se almeja: mudar a sua condição social pelo viés da educação. Ser/estar envolvido é algo de difícil concretude. Ao falar de envolvimento, o primeiro questionamento que deve ser feito é o seguinte: considerado por quem? Através de pesquisas realizadas com diferentes grupos pôde-se notar que de acordo com determinados grupos sociais a perspectiva do envolvimento muda. Esta se metamorfoseia a partir de quem a julga. E falar em julgamento envolve uma perspectiva social dotada de moralidade. E um dos alvos mais comuns da rotulação são as juventudes pobres, de periferias e subúrbios. Fazendo um delineado firme sobre essas juventudes estigmatizadas, apresentar-se-á as manobras utilizadas pelos mesmos para driblar a rotulação de envolvimento e camuflar uma identidade tida como deteriorada (GOFFMAN, 1891) para adquirir os capitais necessários para ascensão, provindos exclusivamente do ensino superior. Este trabalho fora realizado através de observação participante em um pré-vestibular social localizado em Macaé, RJ. Esta pesquisa foi financiada pela FAPERJ na condição de auxílio de Iniciação Científica.
metadata.dc.description.abstractother: It is common place for sociology to have the trajectory of the popular classes in search of social ascension as a research focus. However, in the present work, it will focus on the escape of the stigmatizing label of "involved X not involved" and "success X school failure" on the part of the youths, having the social pre-vestibular like bridge to reach what is wanted : change their condition social by education. Being / being involved is something of difficult concreteness. When talking about involvement, the first question that needs to be asked is this: considered by whom? Through research conducted with different associations it has been noted that according to certain social groups the prospect of involvement changes. This metamorphoses from the judge. And speaking at trial involves a social perspective endowed with morality. And one of the most common targets of labeling is the poor, suburban and suburban youth. By making a firm outline of these stigmatized youths, the maneuvers used by them will be presented in order to circumvent the labeling of involvement and to camouflage an identity considered as deteriorated (GOFFMAN, 1891) to acquire the necessary capital for ascension from the higher education. This work was performed through participant observation in a social precollege entrance exam located in Macaé, RJ. This research was funded by FAPERJ as a Scientific Initiation aid.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14452
Appears in Collections:CSL - Trabalhos de Conclusão de Curso - Campos dos Goytacazes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Carolina Alfradique.pdf1.59 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons