Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14482
Title: Legendagem para streaming: novas práticas?
Authors: Azevedo, Thais de Assis
metadata.dc.contributor.advisor: Campos, Giovana Cordeiro
metadata.dc.contributor.members: Martins, Marcia do Amaral Peixoto
Caldas, Beatriz Fernandes
Issue Date: 2020
Abstract: Este trabalho tem por objetivo investigar o modo como a tradução para legendagem vem sendo produzida no streaming, buscando refletir sobre o processo mais amplo da tradução e o papel desempenhado pelo tradutor/legendador neste contexto. Entendemos que o streaming fornece ao espectador mais opções do que a TV aberta e fechada no que tange à forma de consumir as produções audiovisuais, produzindo a necessidade de se pensar sobre os possíveis impactos causados por esse novo fenômeno sobre o processo de produção das legendas. Nosso referencial teórico se constitui a partir de conceitos propostos pelos Estudos da Tradução, com foco na tradução audiovisual, mais especificamente, na legendagem. Mobilizamos o conceito de polissistema (Even-Zohar, 1978, 1979), que nos permite pensar sobre o contexto mais amplo de produção das legendas a partir dos diversos sistemas que interagem entre si, modelando a produção das mesmas; os de reescrita e patronagem (Lefevere, 1992), os quais são abordados aqui em referência à reescrita de um texto oral na forma escrita, que é modelada por fatores sociais, culturais e econômicos, bem como em referência à presença dos diversos agentes que exercem poder sobre a tradução/legendagem; e os de domesticação, estrangeirização e invisibilidade do tradutor (Venuti, 1986, 1995, 1998), os primeiros entendidos no sentido lato, como estratégias de tradução empregadas pelo tradutor, já o último para demonstrar como a presença e o trabalho do tradutor/legendador são ao mesmo tempo visíveis e invisíveis para o espectador no contexto do streaming. A pesquisa também se baseia nas definições de Gambier (2011, 2013) e Díaz Cintas (2012, 2018, 2013) a respeito da tradução audiovisual e da legendagem. A partir da análise da primeira temporada da série Outlander, buscamos refletir sobre possíveis especificidades da legendagem para streaming em relação aos demais meios nos quais legendas são exibidas. Os resultados indicam que as legendas do corpus de análise foram feitas a muitas mãos e que a etapa da revisão merece ser repensada no intuito de obtenção de maior consistência na produção de legendas
metadata.dc.description.abstractother: This work aims to investigate how subtitles for streaming are being produced, seeking to reflect both on the process of translation in the broader sense and the role played by translators in this context. We understand that streaming provides more options to viewers than open and cable TV in terms of how to consume audiovisual productions. That produces the need to think about the possible impacts caused by this new phenomenon on the subtitling process. Based on the concepts proposed by the Translation Studies, we focus on audiovisual translation and more specifically on subtitling. We use the concept of polysystem (Even-Zohar, 1978, 1979), which allow us to reflect on the context of subtitling and the several systems that it interacts with, modelling their production; of rewriting and patronage (Lefevere, 1992), concerning the process that involves rewriting the oral text in the written form, which is modeled by social, cultural and economic factors, and making clear the presence of several agents that exercise power over translation; and of domestication, foreignization and invisibility (Venuti, 1986, 1995, 1998), both the first and the second understood here in a broader sense such as translation strategies employed by the translator, and the latter as a way of highlighting the presence and the work of the translator/subtitler which are both visible and invisible to viewers in the context of streaming. In addition, we adopt the definitions of Gambier (2011, 2013) and Díaz Cintas (2012, 2018, 2013) in regards to audiovisual translation and subtitling. From our analysis, we seek to reflect on possible specificities in subtitling for streaming in comparison to other medias where subtitles are displayed at. The results show that the subtitles from our corpus were produced by more than one professional and that their revision needs to be reformulated in order to achieve more consistency in the process of subtitles production itself
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14482
Appears in Collections:POSLING - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Legendagem para streaming novas práticas_Thais de Assis Azevedo.pdf1.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.