Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14595
Title: Tromboprofilaxia em pacientes com câncer de colo do útero: uma proposta de protocolo
Authors: Martins, Thaiane Reis
metadata.dc.contributor.advisor: Guilarducci-Ferraz, Carla Valéria V.
metadata.dc.contributor.members: Coura, Carla Patrícia de Morais e
Guilarducci-Ferraz, Carla Valéria V.
Elias, Sabrina Calil
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Martins, Thaiane Reis. Tromboprofilaxia em pacientes com câncer de colo do útero: uma proposta de protocolo. 2015. 57f. Monografia de Conclusão de Curso (Especialização em Farmácia Hospitalar) - Faculdade de Farmácia, Universidade Federal Fluminense, 2015.
Abstract: O tromboembolismo venoso (TEV) é a causa de óbito hospitalar evitável mais comum no pós-operatório. O TEV é constituído da trombose venosa profunda (TVP) e da embolia pulmonar (EP) que são as duas maiores complicações que pode resultar em morbidade e mortalidade significativas em pacientes hospitalizados. Estudos demonstram que pacientes com câncer têm um risco aumentado em até sete vezes para desenvolver TEV, e nos casos de cirurgia para câncer esse risco aumenta ainda mais, podendo ainda surgir até depois de sete dias após a cirurgia. O câncer de colo de útero atinge milhares de mulheres e a cirurgia ginecológica tem papel importante na terapia. No entanto, as taxas de tromboembolismo em cirurgia ginecológica são extremamente altas e complicações peri-operatórias podem ocorrer por conta da cirurgia, sendo o TEV a principal delas, que acaba por colocar em risco a vida de muitas pacientes. Este estudo teve por objetivo apresentar recomendações para profilaxia de TEV em pacientes com câncer ginecológico, especialmente o câncer de colo do útero e estruturar uma proposta de protocolo para tromboprofilaxia em pacientes com câncer submetidos à cirurgia ginecológica. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica, do tipo integrativa, optando-se pela busca de artigos disponíveis nas bases de dados: MEDLINE/PubMed, LILACS, BVS-BIREME e SCIENCE DIRECT. Foram encontrados 383 artigos, destes foram excluídos 351 por não se enquadrarem nos critérios do estudo proposto, assim, foram selecionados 32 artigos para análise. Dos 32 estudos encontrados, 07 são de origem nacional e 25 internacionais, destes 14 foram encontrados através de busca reversa. A maioria dos artigos analisados evidencia a incidência de TEV e a tromboprofilaxia em pacientes com câncer ginecológico, uma vez que são raros os dados publicados com estudos voltados exclusivamente para o paciente com neoplasia de colo do útero. Os resultados disponibilizados pelos estudos analisados constatam que as medidas profiláticas são cada vez mais discutidas e indicadas, juntamente com o aprimoramento dos protocolos. A maioria dos estudos de trombose em câncer mostrou que a utilização da profilaxia, quando indicada corretamente, apresenta relação custo-benefício positiva
metadata.dc.description.abstractother: Venous thromboembolism (VTE) is the most common cause of preventable hospital death in the postoperative period. TEV consisting of deep vein thrombosis (DVT) and pulmonary embolism (PE) are the two major complications that can result in significant morbidity and mortality in hospitalized patients. Studies have shown that cancer patients have a risk increased up to seven times to develop VTE, and in cases of surgery for cancer increases this risk even further, and may arise after seven days after surgery. Cervical cancer affects thousands of women and gynecological surgery has an important role in therapy. However, thromboembolism rates in gynecological surgery are extremely high and perioperative complications can occur because of the surgery, and the TEV the main one, which ultimately endanger the lives of many patients. This study aimed to present recommendations for VTE prophylaxis in patients with gynecological cancer, especially cervical cancer and structure a proposed protocol for thromboprophylaxis in cancer patients undergoing gynecological surgery. A literature search was conducted of the integrative type, opting for search items available in databases: MEDLINE / PubMed, LILACS, and BVS-BIREME SCIENCE DIRECT. We found 383 articles, of which 351 were excluded because they did not fit the criteria of the proposed study were therefore selected 32 articles for analysis. Of the 32 studies found, 07 are national and 25 international origin, of these 14 were found through reverse search. Most of the articles analyzed shows the incidence of VTE and thromboprophylaxis in patients with gynecological cancer, since there are few published data on studies aimed exclusively for patients with cervical cancer. The results provided by the analyzed studies conclude that the prophylactic measures are increasingly discussed and displayed along with the improvement of the protocols. Most cancer in thrombosis studies showed that the use of prophylaxis when indicated correctly, has positive cost-benefit ratio
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14595
Appears in Collections:RESIFARM - Trabalhos de Conclusão de Curso - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
THAIANE REIS_2013.pdf574.34 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.