Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14628
Title: Estresse, ansiedade e estratégias de coping em bailarinos profissionais
Authors: Vidal, Luiza Vaz
metadata.dc.contributor.advisor: Carvalho, Ana Lúcia Novais
metadata.dc.contributor.members: Carvalho, Ana Lúcia Novais
Souza, Mayra Silva de
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: VIDAL, Luiza Vaz. Estresse, ansiedade e estratégias de coping em bailarinos profissionais. 2018. 35 f. Trabalho final de curso (Bacharelado em Psicologia) - Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional, Campos dos Goytacazes, 2018.
Abstract: O ballet clássico teve início no século XV na Itália, nos moldes palacianos que vigoram na época. Com seu aprimoramento e popularidade tornou-se conhecido em toda Europa e chegou ao Brasil no século XX. Os bailarinos profissionais que hoje dançam em território nacional estão expostos a fatores estressores que afetam seu desempenho nos palcos e comprometem a consolidação da carreira. O objetivo desse estudo é avaliar o nível de estresse e ansiedade em bailarinos profissionais e analisar as estratégias decoping utilizadas diante dessas situações. Foi realizada uma pesquisa descritiva quantitativa, contando com a participação de 61 bailarinos brasileiros do estado o Rio de Janeiro, Minas Gerais e também de profissionais que trabalhavam em outros países.Os participantes preencheram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, o Questionário Sociodemográfico, a Escala de Ansiedade, Inventário de Sintomas de Estresse para Adultos e o Inventário de Estratégias de Coping. Os resultados indicaram que a maioria dos profissionais apresentavam sintomas de estresse, na fase exaustão, com predominância de sintomas psicológicos e ansiedade (leve, moderada ou grave). Naqueles na fase exaustão para sintomas de estresse, a estratégia de coping mais utilizada foi a de luta e fuga, seguido de reavaliação positiva. Análises sobre os efeitos da rotina destes profissionais e intervenções necessárias para desenvolvimento de estratégias de enfrentamento mais adaptativas são apresentadas.
metadata.dc.description.abstractother: The classical ballet began in the fifteenth century in Italy, in the palatial molds that were in force at the time. With its improvement and popularity it became known throughout Europe andarrived in Brazil in the XX century. However, the professional dancers who dance today in the national territory are exposed to stressors that affect their stage performance and compromise the career consolidation. The objective of this study is to evaluate the level of stress and anxiety in professional dancer and to analyze the coping strategies used in these situations. A quantitative descriptive research was carried out, with the participation of 61 dancers from the state of Rio de Janeiro and Minas Gerais who completed the Informed Consent Form, the Sociodemographic Questionnaire, the Anxiety Scale, the Inventory of Stress Symptoms for Adults and the Coping Strategies Inventory. The results indicated that most of the professionals had symptoms of stress in the exhaust phase, with a predominance of psychological symptoms and anxiety (mild, moderate or severe). In those in the exhaustion phase for stress symptoms, the coping strategy most used was that of fight and flight, followed by positive reevaluation. Analyzes on the effects of the routine of these professionals and interventions needed to develop more adaptive coping strategies are presented.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14628
Appears in Collections:CPG - Trabalhos de Conclusão de Curso - Campos dos Goytacazes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Estresse ansiedade e coping em bailarinos versao final com assinaturas.pdf827.03 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons