Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14648
Title: A construção [ (como) (se) não bastasse] conector sob a perspectiva da linguística funcional centrada no uso
Authors: Moura, Samara Costa
metadata.dc.contributor.advisor: Lopes, Monclar Guimarães
metadata.dc.contributor.advisorco: Rosário, Ivo da Costa do
metadata.dc.contributor.members: Wiedemer, Marcos Luiz
Oliveira, Mariangela Rios de
Issue Date: 2020
Abstract: Seguindo os pressupostos teóricos da Linguística Funcional Centrada no Uso (LFCU), mais especificamente no que se refere à abordagem construcional da mudança proposta por Traugott e Trousdale (2013), esta dissertação tem por objetivo geral apresentar os resultados da análise da seguinte estrutura: “[(como) (se) não bastasse]”, empiricamente atestada na sincronia atual do Português Brasileiro. De acordo com essa abordagem, a língua é uma rede de construções organizadas hierarquicamente (TRAUGOTT e TROUSDALE, 2013), cuja unidade básica é a construção, identificada pelo pareamento forma-função (GOLDBERG, 2016). Propõe-se, para tanto, a investigação do objeto em estudo sob o viés da Linguística Funcional Centrada no Uso com o propósito de descrever tanto as propriedades da forma (fonológicas e morfossintáticas) como também as do significado (semânticas, pragmáticas e discursivo-funcionais). Partindo, portanto, desse princípio, analisamos os contextos de uso em que aparece a estrutura formada pelos componentes “[(como) (se) não bastasse]”. Essa análise pauta-se na metodologia qualitativa e quantitativa dos dados, tomando como base um corpus sincrônico, composto pela modalidade escrita do Português Brasileiro (PB), como mostram os dados extraídos da Interface nova do Corpus do Português, disponível em http://www.corpusdoportugues.org/hist-gen/2008/x.asp. Os resultados demonstram que há duas microconstruções formadas pela estrutura em estudo: “[(como) (se) não bastasse + (SN ou Oração Não Finita)]” e “[(como) (se) não bastasse + Ø]”. A microconstrução representada pelo Padrão I vincula porções textuais no nível da sentença, enquanto que, no Padrão II, a microconstrução encapsula o período e, até mesmo, o parágrafo anterior a ela, caracterizando função mais anafórica, por isso a consideramos um conector discursivo. Nos dois padrões, a estrutura “[(como) (se) não bastasse]” é intersubjetiva e materializa, linguisticamente, a noção de adição. Devido ao alto grau intersubjetivo da construção, em ambas as microconstruções, atestamos também as posturas epistêmicas positiva, neutra e negativa
metadata.dc.description.abstractother: Following the theoretical assumptions of Usage-Based Functional Linguistics (LFCU), more specifically with regard to the constructional approach of change proposed by Traugott and Trousdale (2013), this dissertation has as its general objective to present the results of the analysis of the following structure: "[(como) (se) não bastasse]", empirically attested in the current synchrony of the Brazilian Portuguese. According to this approach, language is a network of hierarchically organized constructions (TRAUGOTT and TROUSDALE, 2013), whose basic unit is construction, identified by form-function pairing (GOLDBERG, 2016). It is proposed, therefore, the investigation of the object under study under the bias of Functional Linguistics Centered on Use with the purpose of describing both the properties of the form (phonological and morphosyntactic) as well as those of the meaning (semantic, pragmatic and discursive-functional). Starting, therefore, from this principle, we analyze the contexts of use in which the structure formed by the componentes "[(como) (se) não bastasse]". This analysis is based on the qualitative and quantitative methodology of the data, based on a synchronous corpus, composed of the written modality of the Brazilian Portuguese (PB), as shown by the data extracted from the new Interface of the Corpus do Português, available in http://www.corpusdoportugues.org/hist-gen/2008/x.asp. The results show that there are two microconstructions formed by the structure under study: "[(como) (se) não bastasse + (SN ou +Oração Não Finita)]" and "[(como) (se) não bastasse + Ø]”. The microconstruction represented by Pattern I links textual portions at the sentence level, while in Pattern II, microconstruction encapsulates the period and even the paragraph preceding it, characterizing a more anafórica function, so we consider it a discursive connector. In both patterns, the "[(como) (se) não bastasse]" structure is intersubjective and materializes, linguistically, the notion of addition. Due to the high intersubjective degree of construction, in both microconstructions, we also attest to the positive, neutral and negative epistemic postures
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14648
Appears in Collections:POSLING - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_SamaraMoura_UFF_versão final_2020.pdf918.06 kBAdobe PDFView/Open
Ficha catalográfica.pdf2.12 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.