Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14692
Title: Migrantes da descolonização: portugueses e luso-angolanos no Brasil (1974-1977)
Authors: Barreto, Isabel de Souza Lima Junqueira
metadata.dc.contributor.advisor: Pinto, Marcelo Bittencourt Ivair
metadata.dc.contributor.members: Gebara, Alexsander
Ribeiro, Marina Annie Martine Berthet
Fry, Peter Henry
Carvalho Filho, Silvio de Almeida
Issue Date: 2014
Abstract: Em 11 de novembro de 1975, Angola tornava-se um país independente. Entre o final de 1974 e 1977, o Brasil recebeu dezenas de milhares de migrantes da descolonização vindos, majoritariamente, de Angola e de Portugal. O ápice da migração se deu entre 1975 e 1976. Como motivação para esse êxodo, tem-se diferentes questões: o princípio da guerra civil em Angola, a má recepção pela sociedade portuguesa e a profunda crise econômica em Portugal. Devido ao grande fluxo migratório, o governo do ex-presidente Ernesto Geisel cria uma força-tarefa para conceder documentação de permanência e trabalho para esses migrantes. Entre estes, havia um contingente de mão-de-obra qualificada, mas houve também migrantes de baixa qualificação profissional. A negociação para a recepção dessas dezenas de milhares de migrantes foi lenta. Envolveu os governos brasileiro e português, além de organizações internacionais e a comunidade ou “colônia” portuguesa no Brasil. A migração não foi permanente. Cerca de oitenta por cento dos migrantes deixou o país com destino a Portugal na década de 1980. O estudo foi ancorado em depoimentos de alguns desses migrantes, documentação diplomática e na imprensa da época. Buscou-se, no estudo, compreender a construção da memória coletiva desse processo.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14692
Appears in Collections:PPGH - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese-isabel-de-souza-lima-junqueira-barreto.pdf4.76 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons