Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14855
Title: Análise de sistemas adesivos experimentais contendo zinco como inibidor de metaloproteinase
Other Titles: Analyse of an experimental adhesive system with zinc as an inhibitor of MMP
Authors: Almeida, Giselle Soares
metadata.dc.contributor.advisor: Poskus, Laiza Tatiana
Issue Date: 2015
Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar a estabilidade da resistência de união e da nanoinfiltração entre um compósito e a dentina humana, utilizando sistemas adesivos experimentais contendo um inibidor das metaloproteinases (MMPs), além de avaliar algumas propriedades físicas destes adesivos. Quatro sistemas adesivos experimentais foram formulados com diferentes concentrações (em peso) de ZnCl2 (0% Z0; 2.0% Z2; 3.5% Z3,5; 5.0% Z5). Após exposição da dentina oclusal de cinquenta molares humanos e posterior hibridização, um bloco de compósito foi construído e os dentes seccionados, obtendo-se palitos (seção transversal de 1.0 mm2). Os palitos de cada dente foram distribuídos e armazenados (água destilada a 37°C) por 24h ou 1 ano. Posteriormente, dois palitos de cada dente foram imersos em solução de nitrato de prata, lavados e polidos para análise da nanoinfiltração (N) por meio de microscopia eletrônica de varredura (MEV). Os demais palitos foram submetidos ao ensaio de microtração e o padrão de ruptura observado em estereomicroscópio (80X). Os testes de sorção e solubilidade foram conduzidos de acordo com a ISO4049. O grau de conversão foi medido por meio de espectroscopia (FTIR). Os dados foram submetidos à ANOVA de dois fatores e ao teste de Tukey (5%) para contraste. O armazenamento por 1 ano diminuiu os valores de resistência de união µTBS para todos os adesivos (p<0.05), mas aumentou a nanoinfiltração somente para ZO e Z5 (p<0.05). Z5 mostrou menor grau de conversão, menor resistência de união e maior sorção, solubilidade e nanoinfiltração (p < 0.05). O Z2 apresentou grau de conversão, sorção, solubilidade e resistência de união similar ao ZO (p > 0.05) e menor nanoinfiltração do que este (p<0.05). Pode-se concluir que o uso de 2% de ZnCl2 (em peso) em sistemas adesivos parece melhorar a interface adesiva sem comprometer as propriedades físicas do adesivo, e altas concentrações de ZnCl2, podem prejudicar a eficiência dos sistemas adesivos
metadata.dc.description.abstractother: Objectives: Evaluate the bond strength and the adhesion stability of the dental- composite interface using experimental etch-and-rinse adhesive systems containing Zinc as metalloproteinase inhibitor, as well some physical properties of them. Methods: The adhesives were prepared containing ZnCl2 in different concentrations (wt): Z0=0%; Z2=2.0%; Z3.5=3.5%; Z5=5.0%. Single Bond was used as commercial available widely used. For nanoleakage (N) and microtensile bond strength (µTBS), fifty human molars were wet ground until expose occlusal dentin. The adhesives were applied and resin composites build ups were incrementally constructed. The bonded teeth were cut into resin-dentin beams (cross-sectional area: 1mm2). The tests were conducted after 24h or 12 months of water storage at 37 C. Water sorption (WS) and solubility (SO) were calculated based on ISO4049. Degree of conversion (DC%) was measured by FT-IR spectroscopy. Data were analysed using ANOVA and Tukey’s HSD test (5%). Results: The storage for 12 months diminishes the µTBS values for all adhesives (p<0.05), but the nanoleakage increased only for Z0 and Z5 (p<0.05). Z5 presented the highest WS and SO and lower values of DC% and µTBS (p<0.05). Z2 presented similar DC%, WS, SO and µTBS values to the ZO (p>0.05). Conclusion: The use of ZnCl2 at 2% (wt) in adhesives seems to reduce the damage to the adhesive interface and does not compromise the physical properties tested. Higher concentrations of ZnCl2 can lead to worst results
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14855
Appears in Collections:PPGO - Teses - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Giselle Soares Almeida.docx619.56 kBMicrosoft Word XMLView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons