Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14947
Title: De Minas para a Corte. Da Corte para Minas: movimentações familiares e trocas mercantis (c.1790 - c.1880)
Authors: Pinto, Paula Chaves Teixeira
metadata.dc.contributor.advisor: Faria, Sheila Siqueira de Castro
metadata.dc.contributor.members: Guimarães, Carlos Gabriel
Castro, Hebe Maria da Costa Mattos Gomes de
Brugger, Silvia Maria Jardim
Fragoso, João Luís Ribeiro
Issue Date: 2014
Abstract: Esta tese tem como objeto de pesquisa as articulações sociais, simbólicas, políticas e econômicas implementadas por fazendeiros e comerciantes sul-mineiros que os instrumentalizaram na participação no circuito mercantil interprovincial entre Minas Gerais e a Corte do Rio de Janeiro ao longo do oitocentos. A partir dessas articulações, tais sujeitos retiveram importantes instrumentos nos processos de construção da riqueza, poder e prestígio que foram dispostos de forma a assegurar o controle da propriedade da terra, a reprodução do sistema escravista e o domínio dos cargos político-administrativos regionais no interior da comarca do Rio das Mortes, capitania/província de Minas Gerais. Do estudo da tessitura dessas articulações, capturadas a partir das alianças familiares, verticais e horizontais, e da ação e interação das redes de clientela, podemos vislumbrar a dinâmica econômica das sociedades pré-industriais e as engrenagens do mercado. Assim, a partir do estudo das alianças construídas pelo fazendeiro mineiro Gervásio Pereira Alvim, seus familiares e parceiros, procuramos descortinar os instrumentos e o funcionamento do comércio regional e interprovincial mineiro, dando ênfase à influência dos elementos sociais e simbólicos na dinâmica mercantil.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/14947
Appears in Collections:PPGH - Teses - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese-paula-chaves-teixeira-pinto.pdf1.66 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons