Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/15116
Title: Metodologias participativas no ensino de química para menores infratores: uma proposta didática
Authors: Pinheiro, Francine Lopes
metadata.dc.contributor.advisor: Cova, Rose Mary Latini
metadata.dc.contributor.members: Santos, Maria Bernadete Pinto dos
Chinelli, Maura Ventura
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: PINHEIRO,Francine Lopes. Metodologias participativas no ensino de química para menores infratores: uma proposta didática. 2019. 51 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Química)-Instituto de Química, Universidade Federal Fluminense, 2019.
Abstract: Com a promulgação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), em 1990, essa parcela da população brasileira viu seus direitos sendo colocados em lei para que fossem protegidos. Ainda assim, uma grande parte dos jovens ainda precisa enfrentar diariamente uma situação de desrespeito pelos seus direitos mais básicos, como: educação, saúde, saneamento básico e acesso à informação. São milhares as crianças que vivem à margem da sociedade, o que desencadeia uma série de consequências, dentre elas o aumento da criminalidade juvenil e consequente encarceramento dessas crianças em unidades de internação. O ensino é o foco principal e o objetivo dessas instituições, para que esses jovens tenham acesso à educação que muitas vezes não os foi fornecido quando em liberdade, e para que possam enxergar um caminho além do crime. Nessa monografia, o tema da educação para jovens em unidades de internação foi o foco principal. Para isso, foi feita uma pesquisa bibliográfica que buscou entender de maneira geral a situação da criança e do adolescente no Brasil, e quais os caminhos que os levam às unidades de internação. Pensando nesse cenário, esse trabalho tem como objetivo o desenvolvimento de uma sequência didática para o ensino de Química dentro das unidades, que levasse em consideração a individualidade dos jovens encarcerados, mas que ao mesmo tempo respeitasse os limites impostos para o funcionamento das instituições. Para melhor organizar as aulas, foram feitas entrevistas com um professor e um agente penitenciário de uma unidade do DEGASE, no estado do Rio de Janeiro, nas quais foram coletados dados a respeito das aulas ministradas dentro das unidades e também da estrutura de funcionamento do lugar. Também foram feitas pesquisas com livros didáticos, para encontrar o que melhor se adaptasse às propostas de ensino defendidas nesse trabalho, que se baseiam na educação problematizadora, uma vez que a função da aula é, além de transmitir o conteúdo, favorecer e facilitar a emancipação desses jovens, contribuindopara que o processo de ressocialização deles seja real e efetivo.
metadata.dc.description.abstractother: With the promulgation of the Child and Adolescent Statute (ECA) in 1990, this portion of the brazilian population saw their rights being put into law to protect them. However, a large part of young people still have to face daily a situation of disrespect for their most basic rights, such as education, health, sanitation and access to information. Thousands of children live on the margins of society, which triggers a series of consequences, including the increase in juvenile crime and the consequent incarceration of these children in detention units. Teaching is the primary focus and goal of these institutions, so that these young people have access to education that was often not provided to them when they are free, and to see a way beyond crime. In this monograph, the theme of youth education in inpatient units was the main focus. For this, a bibliographic research was made that sought to understand in general the situation of children and adolescents in Brazil, and what are the ways that lead them to the inpatient units. Thinking in this scenario, this work aims to develop a didactic sequence for the teaching of chemistry within the units, which took into account the individuality of the incarcerated young people, but at the same time respecting the limits imposed for the functioning of institutions. To better organize the classes, interviews were conducted with a teacher and a prison officer from a DEGASE unit in the state of Rio de Janeiro, where data were collected about the classes given within the units and also the structure of the place's operation. . Research was also done with textbooks, to find what best suited the teaching proposals defended in this work, which are based on problematizing education, since the function of the class is, besides transmitting the content, favoring and facilitating emancipation. these young people so that their resocialization process is real and effective.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/15116
Appears in Collections:QLICN - Trabalhos de Conclusão de Curso - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MFC 2019.2_(Francine Lopes Pinheiro).pdf695.35 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons