Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/15194
Title: Hidrogenólise do glicerol sobre catalisadores bimetálicos platina-índio suportados em alumina e sílica
Authors: Valle, Wanderson Ferraz do
metadata.dc.contributor.advisor: Passos, Fabio Barboza
metadata.dc.contributor.members: Oliveira, Hugo Alvarenga
Soares, André Von-Held
Issue Date: 2019
Citation: VALLE, Wanderson Ferraz do. Hidrogenólise do Glicerol sobre catalisadores bimetálicos Platina-Índio suportados em Alumina e Sílica. 2019. 102f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2019.
Abstract: O glicerol é um subproduto da reação de produção de biodiesel, e pode ser utilizado como reagente para a reação de hidrogenólise, que possui bastante interesse uma vez que é capaz produzir produtos de maiores valores agregados. O presente trabalho estudou catalisadores monometálicos e bimetálicos de platina e índio suportados em alumina e sílica na reação de hidrogenólise do glicerol. Foram realizadas as técnicas de fisissorção de N2, XRD, TPR, DRIFTS de piridina, TPD-NH3, TPD-H2, TPD-CO, quimissorção de H2 e CO e TEM. Os catalisadores foram testados na reação de hidrogenólise em condições de temperatura de 240 °C, pressão absoluta de hidrogênio de 2,5 MPa durante 12h utilizando uma solução aquosa com 20% (g/g) de glicerol. Para os catalisadores suportados em alumina, houve conversão de 38,54% ao se utilizar Pt/Al2O3 e 33,17% ao se utilizar Pt-In/Al2O3. O catalisador In/Al2O3 não apresentou bom desempenho, com uma conversão de 1,85%. No que se refere à frequência de reação, os catalisadores Pt/Al2O3 e Pt-In/Al2O3 apresentaram valores de 19,22x10-2 e 31,5x10-2 s-1, respectivamente. Os catalisadores suportados em sílica não foram ativos na reação de hidrogenólise, tendo conversão inferior a 2%, uma vez que apresentaram partículas com tamanhos grandes. O rendimento para 1,2-PDO foi maior ao se utilizar os catalisadores de platina suportados em alumina, 45,32% para Pt/Al2O3 e 49,3% para Pt-In/Al2O3.
metadata.dc.description.abstractother: Glycerol is a byproduct of the biodiesel production reaction, and can be used as a reagent for the hydrogenolysis reaction, which is of great interest as it is capable of producing higher value-added products. The present work studied alumina and silica supported monometallic and bimetallic platinum and indium catalysts in the glycerol hydrogenolysis reaction. N2, XRD, TPR, pyridine DRIFTS, TPD-NH3, TPD-H2, TPD-CO, H2 and CO chemissorption techniques were performed. The catalysts were tested in the hydrogenolysis reaction at 240 °C temperature, 2.5 MPa absolute hydrogen pressure for 12h using a 20% (g/g) aqueous solution of glycerol. For the alumina supported catalysts, there was 38.54% conversion using Pt/Al2O3 and 33.17% using Pt-In/Al2O3. The In/Al2O3 catalyst did not perform well, with a 1.85% conversion. Regarding the turnover frequency, the Pt/Al2O3 and Pt-In/Al2O3 catalysts presented values of 19.22x10-2 and 31.5x10-2 s-1, respectively. The silica supported catalysts were not active in the hydrogenolysis reaction, having conversion less than 2%, since they presented large particle size. The yield for 1,2-PDO was higher using the alumina supported platinum catalysts, 45.32% for Pt/Al2O3 and 49.3% for Pt-In/Al2O3.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/15194
Appears in Collections:PPGEQ - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Mestrado - Wanderson Ferraz do Valle.pdfDissertação Wanderson Ferraz do Valle2.59 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons