Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/15263
Title: Trust no one: a ficcionalização da cultura da conspiração em Arquivo X
Other Titles: Trust no one: fictionalization of conspiracy culutre in the X-Files
Authors: Quinan, Rodrigo
metadata.dc.contributor.advisor: Albuquerque, Afonso de
metadata.dc.contributor.members: Castellano, Mayka
Vale, Simone do
Issue Date: 2020
Citation: QUINAN, Rodrigo. Trust no o ne: Ficcionalização das Teorias da Conspiração em Arquivo X. 2020. Dissertação (Mestrado Profissional em Comunicação) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, Rio de Janeiro, 2020
Abstract: Esta dissertação tem como objetivo analisar a representação ficcional das teorias da conspiração feitas pela série americana Arquivo X, que foi ao ar entre 1993 e 2002, sendo revivida para duas temporadas em 2016 e 2018. Identificamos uma cultura dedicada em produzir teorias da conspiração emergente desde a década de 1960, a qual chamamos de “cultura da conspiração”. Esta cultura é transformada ao decorrer das décadas de acordo com mudanças epistemológicas ocorridas na sociedade; buscamos analisar essas mudanças através da representação ficcional delas feita no universo da série, que negocia representações reais e fantasiosas ao representar instituições do mundo real sob ótica das teorias da conspiração. Argumentamos que ao representar um discurso anti-institucional, Arquivo X é uma valiosa oportunidade para entender a forma como hierarquias do conhecimento passam a ser estruturadas em períodos de crise epistemológica.
metadata.dc.description.abstractother: This dissertation aims to analyse the fictional representation of conspiracy theories in the american TV series The X-Files, aired between 1993 and 2002, revived for two season in 2016 and 2018. We identify a culture dedicated in producing conspiracy theories, emerging since the 60s. We call it "conspiracy culture". This culture is transformed from decade to decade according to epistemic changes that happened in society; we seek to analyse this changes using their fictional representation performed by The X-Files universe, which directly exchanges real and fictional representations, showing real world institutions with under the eyes of conspiracy theories. We argue that, representing a anti-institution speech, The X-Files is a valuable opportunity to understand how knowledge hierarchies are structured in times of epistemic crisis.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/15263
Appears in Collections:PPGCOM - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação rodrigo quinan PPGCOM-UFF - Rodrigo Quinan.pdf1.7 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons