Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/15332
Title: Stefan Zweig biografa Balzac
Authors: Prado, Carlos Eduardo do
metadata.dc.contributor.advisor: Mello, Maria Elizabeth Chaves de
metadata.dc.contributor.members: Moura, Magali dos Santos
Guisan, Pierre
Acízelo, Roberto
Dias, André
Kretschmer, Johannes
Fellows, Maria Ruth Machado
Issue Date: 2020
Abstract: Este trabalho, realizado sob o viés da Literatura Comparada, analisará a biografia de Balzac, escrita por Stefan Zweig, tendo como problemática principal a relação entre biógrafo e biografado. Além disso, a biografia não será vista apenas como um simples retrato da vida, mas como uma possível narrativa em que os espaços vazios poderão ser preenchidos pelo autor. Dessa forma, identificarei e estudarei os possíveis reflexos entre os envolvidos nesse complexo processo. O papel do narrador, transitando ora como personagem, ora como autor, é considerado peça fundamental entre o ficcional e o real, pois é através dele que ocorrerá a (re)construção de uma vida, trazendo à luz interpretações e eventuais compreensões. Nesse dinâmico mundo imaginado, produzido em um envolvente processo de criação, biógrafo/narrador, biografado, personagens e narrativas serão todos essenciais. A análise proposta neste trabalho é construída a partir da tradução francesa da obra, originalmente em alemão, conhecida como Balzac le roman de sa vie, publicada postumamente em 1950. O suporte teórico escolhido para tal análise será constituído pelos autores François Dosse, Sergio Vilas Boas, Paulo Rónai e Sigmund Freud
metadata.dc.description.abstractother: This work, carried out under bias of comparative literature, will examine the biography written by Stefan Zweig about Balzac, having as main problem the relationship between the biographer and the artist. The biography in this work is not seen as mere reflection, but as the void to be filled, and I will identify and analyze the possible reflections between author/artist. The role of the narrator as a keystone between the fictional and the real, is considered a keystone in the reconstruction of a life, bringing to light the interpretations and eventual understandings. In this dynamic imagined world, biographer and narrator, biographed, characters and narratives are all essentials. For this, the analysis proposed in this work will be built from the work Balzac le roman de sa vie. The authors chosen as theoretical support was François Dosse, Sergio Vilas Boa, Paulo Rónai and Sigmund Freud
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/15332
Appears in Collections:POSLIT - Teses - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE COMPLETA PARA ENCADERNAÇÃO - CARLOS EDUARDO DO PRADO MARÇO 2020.pdf4.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.