Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1539
Title: Geoquímica das áreas fontes e dos sedimentos em suspensão na Bacia do Rio Piabanha-RJ
Authors: Brandão, Vitor Schwenck
metadata.dc.contributor.advisor: Silveira, Carla Semiramis
metadata.dc.contributor.advisorco: Bellido, Alfredo Vitor
metadata.dc.contributor.members: Souza, Miguel Antônio Tupinabá
Gomes, Olga Venimar de Oliveira
Mello, William Zamboni de
Issue Date: 22-Mar-2016
Abstract: O conhecimento da geoquímica dos sedimentos em suspensão em uma bacia hidrográfica fornece informações sobre as fontes (litologia, tipo e uso do solo) e processos (intemperismo e erosão) que ocorrem nela. A bacia do rio Piabanha foi escolhida como objeto de estudo por ser uma das mais importantes sub-bacias da bacia do rio Paraíba do Sul, com relevância social e econômica para a região serrana do estado do Rio de Janeiro e também por sua litologia representar grande parte das rochas encontradas na região sudeste do Brasil. No presente trabalho, foi proposto o estudo da mineralogia e da geoquímica do material particulado em suspensão (MPS) da bacia do rio Piabanha-RJ, juntamente com possíveis áreas fontes da região, como unidades litológicas, tipo e uso do solo. Para isso foram coletadas 14 amostras de rocha representantes das litologias encontradas na bacia e 42 (21 no verão e 21 no inverno) de MPS em sub-bacias com áreas de contribuição que buscaram contemplar diferentes litologias da bacia. As análises mineralógicas foram feitas através de difração de raio X e lâminas petrográficas e as geoquímicas foram feitas através de fluorescência de raio X. Para auxiliar na discussão, foram usados métodos estatísticos multivariados com análise de componentes principais. Os resultados encontrados para a mineralogia, mostraram que os minerais que compõem o MPS são, o quartzo, a caulinita, a gibbsita, as micas e os feldspatos. A unidade Suíte Serra dos Órgãos, composta por rochas graníticas e gnaissicas, é a que mais influência o MPS na bacia, e tem uma mineralogia e geoquímica muito similar com as rochas da Suíte Cordeiro. As sub-bacias que drenam uma grande área de rochas do Grupo Andrelândia (metassedimentos) não apresentaram feldspatos na composição do material particulado em suspensão. A geoquímica mostrou que os principais óxidos presentes no MPS foram SiO2, Al2O3 e K2O sendo que o teor de Al2O3 é maior e o de SiO2 menor, se comparado com outras bacias brasileiras mostrando que possivelmente a bacia do rio Piabanha sofra forte ação do intemperismo e da erosão. Além disso, em regiões onde há uma malha urbana alta, como Petrópolis e Teresópolis, as concentrações de Fe2O3, P2O5, As2O3, Na2O, CaO, ZnO, CuO, Br são altas.
metadata.dc.description.abstractother: Knowledge of the geochemistry of suspended sediments in a river basin provides information on the sources (lithology, type and land use) and processes (weathering and erosion) that occur in it. The Piabanha watershed was chosen because it´s one of the most important sub-basins of the Paraíba do Sul river basin, with social and economic relevance to the mountainous region of the state of Rio de Janeiro. Also its lithology represent most of the rocks found in southeastern of Brazil. In this work, it has been proposed the study of mineralogy and geochemistry of suspended particulate matter (SPM) in the Piabanha watershed, RJ relating to possible sources such as lithological units, type of soil and land use. 14 rock samples representatives of lithologies found in the watershed were collected and 42 points in two diferents seasons (21 in summer and 21 in winter) in SPM (sub-basins) were choosen to represent the most important lithologies of the watershed. Mineralogical analyzes were done with X-ray diffraction and rock petrography. Geochemical analyzes were done with X ray fluorescence. Multivariate statistical methods with principal component analysis were performed to increase the discussion. The results showed that the main minerals from SPM are quartz, kaolinite, gibbsite, mica and feldspar. The Unit Suíte Serra dos Órgãos, composed of granitic and gneissic rocks, is the one that most influences the SPM of the basin. It has a very similar mineralogy and geochemistry to rocks from Suite Cordeiro. The sub-basins that drain a large area of rocks from Grupo Andrelândia (metasediments) showed no feldspars in its SPM composition. The geochemistry showed that the main oxides present in the SPM were SiO2, Al2O3 e K2O. Al2O3 content is higher and SiO2 content are lower when compared with other basins. This indicated that Piabanha watershed is possibly under strong weathering and erosion processes. In addition, in regions where there is a high urban area like Petropolis and Teresopolis, the Fe2O3, P2O5, As2O3, Na2O, CaO, ZnO, CuO, Br concentrations are high, indicating the most polluted areas and the anthropogenic effect.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1539
Appears in Collections:PPG-GEO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Vitor_Schwenck_Brandão.pdf2.71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.