Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1561
Title: Mapeamento de controvérsias na relação turismo e museus
Authors: Morettoni, Marina Marins
metadata.dc.contributor.advisor: Godoy, Karla Estelita
metadata.dc.contributor.members: Gomes, Daniela Matera do Monte Lins
Guimarães, Valéria Lima
Issue Date: 2015
Abstract: Os museus, como instituições a serviço da sociedade, recebem um público crescente e heterogêneo, para os quais o turismo representa um importante fator de incremento dos fluxos de visitação; mediante este panorama, o número de visitantes é compreendido como fator de sucesso para muitos museus. O binômio turismo-museus se apresenta como uma relação estreita e atrativa para muitas instituições museológicas e destinos turísticos, estabelecendo-se uma relação que proporciona o desenvolvimento econômico ou geração de recursos, e a valorização da cultura. Esta premissa se apresenta de forma controversa, ao passo que se dissemina o entendimento ou discurso do turismo em museus a partir da ótica de uma geração de benefícios inegáveis, que tende a desconsiderar aspectos importantes da prática ou experiência da atividade turística corrente em museus – imersa em um cenário de busca pelo aumento dos fluxos de visitantes e turismo de massa. Dessa maneira, o presente trabalho objetiva mapear as controvérsias da relação turismo e museus, identificando os pontos de aproximação e os conflitos entre o discurso do turismo cultural e a prática da atividade turística que se efetiva nos museus. Para tal, este trabalho estrutura-se com base em autores que abordam as temáticas do turismo, dos museus e da modernidade, em documentos e publicações de órgãos competentes, e em notícias publicadas em jornais em meio eletrônico, a fim de articular discurso e teorias voltados para o turismo em museus e exemplos práticos da atividade turística, que se efetiva nesses espaços.
metadata.dc.description.abstractother: Museums, as institutions in the service of society, receive an increasingly and heterogeneous public, which tourism is an important factor of increase in visitation flows; through this scenario, the number of visitors is understood as a success factor for many museums. Tourism-museums binomial presents itself as a tight and attractive interface to many museum institutions and tourist destinations, establishing a relationship that provides economic development and income generation, and appreciation of culture. This premise presents itself as controversial, while extends the understanding or the speech of tourism in museums from the perspective of a generation of undeniable benefits, which tends to overlook important aspects of practice or experience of the current activity of tourism in museums - immersed in a scenario of search of increased visitors flows and mass tourism. Therefore, this study aims to trace the controversies of the relationship between tourism and museums, identifying closeness points and conflicts between the discourse of cultural tourism and current tourism practice in museums. To this end, this work is structured from the literature of authors who approach tourism, museums and modernity, documents and publications issued by government entities, and news published in newspapers in electronic media - to articulate speech or theory about tourism in museums and practical examples of the tourism that is realized in these spaces.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1561
Appears in Collections:SGT - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
370 - Marina Morettoni.pdf2.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.