Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/15767
Title: Sobre gênero, prestígio e premiação: legitimidade masculina no debate sobre qualidade televisiva
Other Titles: On gender, prestige and awards: male legitimacy in the debate about quality television
Authors: Ferreirinho, Gabriel
metadata.dc.contributor.advisor: Castellano, Mayka
metadata.dc.contributor.members: Holzbach, Ariane
Gutmann, Juliana
Issue Date: 2020
Citation: FERREIRINHO, Gabriel. Sobre gênero, prestígio e premiação: legitimidade masculina no debate sobre qualidade televisiva. 2020. 197 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2020.
Abstract: Essa pesquisa tem como objetivo analisar as relações entre a masculinidade e os discursos sobre qualidade televisiva. De início, apresento uma exposição sobre as reconfigurações históricas nos discursos que elaboraram a noção de qualidade a respeito do meio televisivo, a partir da comparação entre a televisão e outros meios artísticos considerados mais “legítimos”, da oposição entre público de massa e exclusivo e de hierarquias entre diferentes produções. Então, tomando como referência as séries vencedoras da categoria “Melhor Série Dramática” do Emmy Awards entre 2010 e 2019, analiso as relações de gênero no desenvolvimento dessas séries. A análise é organizada em duas partes: primeiramente observo questões da indústria televisiva, com foco nas equipes criadoras; canais nas quais foram exibidas; investimento e audiência. Na segunda, observo principalmente as representações de gênero e estratégias narrativas. Entre os resultados, foi observado que são estabelecidas relações entre prestígio e masculinidade através de determinados fatores utilizados para distinguir as produções televisivas entre si. Ficou evidente a preeminência de homens, principalmente em cargos mais altos, das equipes por trás do desenvolvimento das séries analisadas. E foi possível notar uma diferença na representação de gênero entre as séries premiadas na primeira metade da década em comparação as que foram premiadas na segunda metade.
metadata.dc.description.abstractother: The present research aims to analyze the relations between masculinity and the discourses about television quality. At first, I present an exposition on the historical reconfigurations in the discourses that elaborated the notion of quality about the television medium, from the comparison between television and other artistic media considered more “legitimate”, the opposition between mass and exclusive audience and hierarchies between different productions. Then, taking as reference the winning series in the “Best Dramatic Series” category of the Emmy Awards between 2010 and 2019, I analyze the gender relations in the development of these series. The analysis is organized in two parts: first I look at the television industry issues, focusing on the creative teams; channels on which they were shown; investment and audience. In the second, the main focus is on gender representations and narrative strategies. Among the results, it was apparent that relationships between prestige and masculinity are established through certain factors used to distinguish television productions from each other. It was evident the preeminence of men, especially in higher positions, of the teams behind the development of the analyzed series. And it was possible to notice a difference in the representation of gender between the series awarded in the first half of the decade compared to those that were awarded in the second half.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/15767
Appears in Collections:PPGCOM - Dissertações - Niterói



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons