Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/15838
Title: A concepção freudiana do trauma: considerações possíveis diante do trágico da morte no âmbito hospitalar
Authors: Gomes, Franklin Freitas
metadata.dc.contributor.advisor: Costa, Germano Quintanilha
metadata.dc.contributor.members: Quintella, Rogério Robbe
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: GOMES, Franklin Freitas. A concepção freudiana sobre o trauma e a angústia: considerações sobre a escuta analítica diante do encontro do sujeito com a morte. 2019. 46 f. Trabalho Final de Curso (Bacharelado em Psicologia) - Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional, Campos dos Goytacazes, 2019.
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo descrever as formulações de Freud acerca do trauma psíquico, visando investigar de que modo sua compreensão da teoria pode ajudar na ilustração de uma experiência prática de estágio em um Hospital Geral. Para tal, foi utilizada uma revisão bibliográfica com textos fundamentais de Freud a fim de avaliarmos as principais mudanças do pensamento freudiano ao longo dos anos, abrangendo o aspecto traumático desde as primeiras aparições histéricas até a noção da teoria da angústia. Após a realização de um percurso nas reformulações conceituais a respeito do trauma na obra freudiana, o objetivo desse trabalho é poder fazer uma leitura psicanalítica de um fragmento vivenciado num ambiente hospitalar envolvendo o encontro de um pai com a morte inesperada de sua filha.
metadata.dc.description.abstractother: This paper aims to describe Freud's contributions on psychic trauma by investigating how his understanding of the theory can help in the illustration of an internship practice experience at a General Hospital. To this end, a bibliographic review of Freud's fundamental texts was used, such as: "Studies on Hysteria" (1895), "Additional Observations on Defense-Neuropsychosis" (1896), "Beyond the Pleasure Principle" (1920), "Inhibition, Symptom and Anxiety ”(1926), an aim to evaluate the main freudian changes of thought over the years, covering the traumatic aspect from the first historical apparitions to a notion of the theory of anxiety. These changes were instrumental in understanding how trauma theory can collaborate in listening a traumatic event in the anxiety of the subject, which is represented by the helplessness of a father who was notified of his daughter's death in the hospital.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/15838
Appears in Collections:CPG - Trabalhos de Conclusão de Curso - Campos dos Goytacazes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Franklin Freitas Gomes.pdf736.05 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons