Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/16109
Title: Ecoturismo, aprendizado e trabalho voluntário em propriedades rurais: uma maneira sustentável de se conhecer novos lugares?
Authors: Sequeira, Gabriel Nad
metadata.dc.contributor.advisor: Cavalcanti, Viviane Fernandez
metadata.dc.contributor.members: Pires, Armando Cypriano
Costa, Rafael Nogueira
Amaral, Yan Nascimento do
Issue Date: 2020
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Sequeira, Gabriel Nad. Ecoturismo, aprendizado e trabalho voluntário em propriedades rurais: uma maneira sustentável de se conhecer novos lugares? 2020. 48f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Ambiental) - Instituto de Geociências, Universidade Federal Fluminense, 2020.
Abstract: A busca por práticas e costumes mais sustentáveis pela sociedade tem crescido, fazendo com que afete também a maneira de se conhecer novos lugares. Dessa forma, os turistas têm procurado diminuir a pegada ecológica ao viajar, priorizando o meio ambiente e a cultura, além da experiência em si. Atualmente, existe a possibilidade de se trocar trabalho por estrutura de estadia (dormitório e alimentação) atrelada ao aprendizado de técnicas e conhecimento sobre um novo ambiente natural e cultural, sendo essa prática conhecida como volunturismo. A presente pesquisa parte de um voluntariado desse tipo realizado pelo autor em propriedades rurais e pretende investigar se a proposta de atrelar ecoturismo, aprendizado e trabalho voluntário em propriedades rurais é uma maneira sustentável de se conhecer novos lugares. Tomando como fio condutor o conceito de sustentabilidade, conforme abordado por Leonardo Boff no livro intitulado "Sustentabilidade: o que é, o que não é", foram identificadas e discutidas, por meio do método de História de Vida, as oportunidades, desafios e problemas envolvidos nas experiências de indivíduos que tiveram experiências similares de voluntariado, percebendo que as diferentes práticas desenvolvidas na imersão resultam numa menor pegada ecológica ao se conhecer novos lugares e culturas.
metadata.dc.description.abstractother: The search for more sustainable practices and customs by our society has grown, which affects also the way of getting to know new places. Therefore, tourists have been looking ways to reduce their ecological footprint while travelling, prioritizing the environment and culture, in addition to the experience itself. Nowadays, there´s a possibility of exchanging workforce for accommodation and food, linked to the opportunity of learning techniques and obtaining knowledge about a new natural and cultural environments. This practice is known as “voluntourism”. This research is based on the autor´s experience of this type, in rural properties, and intends to investigate if the proposal to link ecotourism, learning and volunteering is a sustainable way of visiting new places. Taking Leonardo Boff´s concept of sustainability as a guiding thread, approached in his book entitled "Sustentabilidade: o que é, o que não é" (Sustainability: what is, what is not), opportunities, challenges and problems were identified, through the methodology of Life´s History, involved in the experiences of individuals in their volunteering in rural properties, realizing that the different practices developed during the immersion result in a smaller ecological footprint when getting to know new places.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/16109
Appears in Collections:GCB - Trabalhos de Conclusão de Curso - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC-Nad-final.pdf5.48 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons