Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/16150
Title: Uma análise do impacto econômico dos gastos públicos nos países-sede das olimpíadas no período entre 1992 e 2016
Authors: Li, Manshan
metadata.dc.contributor.advisor: Silva e Silva, Breno Augusto da
metadata.dc.contributor.members: Silva e Silva, Breno Augusto da
Acar, Tatiana
Tostes, Felipe Santos
Issue Date: 2020
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: LI, Manshan. Uma análise do impacto econômico dos gastos públicos nos países-sede das olimpíadas no período entre 1992 e 2016. 2020. 68 f. Trabalho Final de Curso (Bacharelado em Ciências Econômicas) - Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional, Campos dos Goytacazes, 2020.
Abstract: O custo-benefício econômico dos Jogos Olímpicos se tornou um assunto controverso uma vez que existe um alto custo necessário para sediá-los e, diante isso, a participação do setor público se tornou um fator indispensável. Acredita-se que o aumento dos gastos públicos seja um incentivo para o crescimento econômico, porém, suspeita-se que uma elevação excessiva dos gastos públicos, como para preparação e realização das Olímpiadas, possa gerar uma desaceleração na economia. Assim, o presente estudo buscou analisar a relação dos gastos públicos com o crescimento econômico nos países-sede das Olimpíadas, e o impacto econômico pós-Olímpico, considerando 13 países que sediaram os Jogos Olímpicos de Verão e de Inverno no período entre 1992 e 2016. Em termos teóricos, este trabalho se sustentou no modelo de crescimento endógeno com gasto governamental desenvolvido pelo Barro (1990) e na Curva de Armey (1995). Metodologicamente, utilizou-se a base de dados do Banco Mundial, aplicando-se o modelo econométrico pelo método de Dados em Painel, considerando o período de 1990 a 2018. Os resultados demonstraram a existência de uma queda da taxa de crescimento econômico pós-Olímpico e um limite maximizador para a participação dos gastos públicos no crescimento econômico. Logo, conclui-se que, um plano financeiro levando em consideração o nível da participação dos gastos públicos é relevante para sediar as Olimpíadas, de modo a evitar um efeito desacelerador da taxa de crescimento econômico pós-Olímpico
metadata.dc.description.abstractother: The economic cost-benefit of the Olympic Games has become a controversial issue since there is a high cost necessary to host them and, in view of this, the public sector participation has become an indispensable factor. Believed that the increase in public spending is an incentive for economic growth, however, it is suspected that an excessive increase in public spending, as for the preparation and holding of the Olympics, may generate a slowdown in the economy. Thus, the present study sought to analyze the relationship between public spending and economic growth in the host countries of the Olympics, and the post-Olympic economic impact, considering 13 countries that hosted the Summer and Winter Olympics in the period between 1992 and 2016. In theoretical terms, this work was based on the endogenous growth model with government spending developed by Barro (1990) and Armey Curve (1995). Methodologically speaking, the econometric model is applied through the panel data method, utilizing the World Bank database, and considering the period from 1990 to 2018. The results demonstrated the existence of a drop in the post-Olympic economic growth rate and a maximizing limit for the share of public spending in economic growth. Therefore, it is concluded that a financial plan considering the level of participation of public expenditures is relevant to host the Olympics, in order to avoid a decelerating effect on the post-Olympic economic growth rate.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/16150
Appears in Collections:GCE - Trabalhos de Conclusão de Curso - Campos dos Goytacazes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Manshan Li (2020), Uma análise do impacto econômico dos gastos públicos nos países-sede das olimpíadas no período entre 1992 e 2016.pdfManshan Li (2020), Uma análise do impacto econômico dos gastos públicos nos países-sede das olimpíadas no período entre 1992 e 20161.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.