Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1636
Title: Avaliação da influência de marés lunares sobre a biogeoquímica da enseada de Jurujuba, Niterói, RJ
Authors: Araujo, Thaissa Martins
metadata.dc.contributor.advisor: Simões, Rita de Cássia Colman
metadata.dc.contributor.advisorco: Aguiar, Valquiria Maria de Carvalho
metadata.dc.contributor.members: Simões, Rita de Cássia Colman
Aguiar, Valquiria Maria de Carvalho
Fonseca, Renata Oliveira da
Pontual, Leandro Vahia
Issue Date: 19-Apr-2016
Abstract: Áreas costeiras apresentam diversos níveis de fragilidade ambiental, uma vez que são áreas atrativas por suas riquezas naturais, favorecem a ocupação de seu entorno aumentando os riscos de contaminação das águas adjacentes. A Baía de Guanabara é apontada como uma das áreas costeiras mais poluídas do Brasil, devido ao fato de seu entorno ser intensamente urbanizado e industrializado. Dessa forma, as concentrações de nutrientes nessa área variam muito, geralmente com níveis mais elevados em regiões onde a influência antrópica é efetiva. Jurujuba é uma região caracterizada economicamente por sua comunidade pesqueira, que atua na região, sendo uma das mais tradicionais do estado. O presente estudo pretende caracterizar a biogeoquímica a coluna de água e também o compartimento sedimentar da enseada de Jurujuba. Os resultados revelaram características de eutrofização como teores baixos de oxigênio dissolvido nas águas de fundo (<5,0mg.L-1) em algumas estações , assim como elevados valores de clorofila-a atingindo o máximo de até 32,04 μg.L-1. Porém, as concentrações avaliadas de nutrientes dissolvidos foram em sua maioria característico de ambientes oligotróficos, com exceção de algumas estações que apresentou significativa produção primária. A concentração de fósforo inorgânico dissolvido variou entre 0,05 e 0,63 µmol/g. Nitrogênio amoniacal variou entre 0.03 e 2.35 uM. No sedimento, fósforo inorgânico (PI) variou de 11,58 a 16,20 μmol.g-1; teores altos de matéria orgânica de até 14%. Visto os resultados obtidos no presente trabalho e dados da literatura, concluiu-se que a enseada de Jurujuba é um ambiente dinâmico sendo assim necessário o monitoramento constante de suas águas e sedimentos
metadata.dc.description.abstractother: Coastal areas are organized in different levels of environmental fragility, as well as attract by its natural resources, facilitated the occupation of their environment increases the risk of contamination of waters. Guanabara Bay is considered one of the most polluted coastal areas of Brazil, surrounded by intense industrial activity. As soon, the nutrient concentrations in this area vary widely, generally with higher levels in areas where human influence is significant. Jurujuba is a region known as for fishing community. This study proposes to evaluate the trophic levels of this area, featuring the water column and also composition of sedimentary organic matter. The results showed possible effects of eutrophication as low dissolved oxygen in deep water, chlorophyll-a values up to 32.04 μg.L-1. However, the dissolved nutrient concentrations were in their characteristic most oligotrophic environments, except for some stations showed significant primary production. Dissolved inorganic phosphorus varied between 0.05 and 0.63. Ammonium varied between 0:03 and 2:35 uM. Sediments, inorganic phosphorus (IP) ranged between 11.58 and 16.20 μmol.g-1, high organic matter was determined 14%. With the results obtained in this study and the literature, we can conclue that Jurujuba is a dynamic environment and needs constant monitoring of the water and sediment
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1636
Appears in Collections:TGQ - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Thaissa Martins Araujo.pdf1.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.