Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1648
Title: Preceptoria na perspectiva da prática integrada: desafios da formação em saúde
Authors: Oliveira, Betânia Machado Faraco
metadata.dc.contributor.advisor: Daher, Donizete Vago
metadata.dc.contributor.members: Silva, Carmen Maria dos Santos Lopes Monteiro Dantas da
Valente, Geilsa Soraia Cavalcanti
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Oliveira, Betânia Machado Faraco. Preceptoria na perspectiva da prática integrada: desafios da formação em saúde. 2015. 184 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde) – Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2015.
Abstract: Estudos sobre o processo de trabalho do enfermeiro preceptor nos espaços da Estratégia de Saúde da Família (ESF), e sua corresponsabilidade no processo de formação em saúde, ainda estão restritos aos espaços acadêmicos. A temática apropriada para este estudo diz respeito aos avanços, limites, potencialidades e experiências vivenciadas no contexto da preceptoria na Atenção Primária à Saúde e o desafio da prática integrada em saúde. Objetivou identificar o processo de trabalho do enfermeiro-preceptor que realiza a prática integrada na ESF; Discutir as pertinências sociais e desafios da prática integrada na formação em saúde; elaborar e implementar estratégias educativas que redimensionam a prática integrada. A metodologia é descritiva e exploratória, com abordagem qualitativa. Os sujeitos foram 13 enfermeiros preceptores da APS que trabalham com a prática integrada. Trabalho de campo realizado durante os anos de 2014 e 2015, em Unidades de Saúde da Família do Município de Teresópolis-RJ. A coleta de dados deu-se por observação livre e entrevista que foram analisadas por meio de análise temática, pelo agrupamento das informações, gerando quatro categorias: Profissional preceptor como condutor, facilitador e orientador do e no processo de formação em saúde de enfermeiros; Preceptor na ESF como construtor de vínculos sob um novo olhar e um novo fazer na realidade do SUS; A prática integrada entendida como espaço de inovação e de formação do enfermeiro; Prática integrada: vivência que integra prazer, amor, inquietude, responsabilidade, sobrecarga, dedicação e ansiedade. A identificação das potencialidades e desafios na formação para o SUS e no SUS é fundamental a fim de operar mudanças tanto no ensino como no serviço. Fortalecida por um instrumento formal, a parceria entre a Universidade e a SMS tem contribuído na formação voltada para a implementação dos princípios e diretrizes do SUS, favorecendo experiências de caráter multiprofissional e interdisciplinar. Também se identificou a relevância da prática integrada no processo ensino aprendizagem. Foi elaborado um conjunto de diretrizes que visam a sensibilizar a Instituição de Ensino e a Gestão Municipal quanto a implantação processual de capacitação pedagógica para enfermeiros preceptores que atuam na ESF, a qual gerará significativos benefícios para a consolidação da prática integrada em saúde.
metadata.dc.description.abstractother: Studies about the work process of nurse preceptor in the spaces of the family health strategy, and their co-responsibility in the process of training in health, are still restricted to academic spaces. The appropriate theme for this study relates to advances, boundaries, capabilities and experiences that they experienced in the context of the precentorship in primary health care and the challenge of integrated practice in health. Aimed to identify the work process of nurse preceptor that makes integrated practice on family health strategy; discuss the social always and the challenges integrated practice in health education; develop and implement educational strategies that resize integrated practice. The methodology is descriptive and exploratory, with qualitative approach. The subjects were 13 preceptors nurses from primary health care that works with the integrated practice. Fieldwork conducted during the years of 2014 and 2015, in Health Units from the municipality of Teresópolis-RJ. Data collection occurred for free observation free observation and some interviews that were analyzed by means of thematic analysis, by grouping of information, forming four categories: professional preceptor as driver, facilitator and supervisor of the training process in health of nurses; preceptor from the family health strategy like link constructor under a new look and a new do in the reality of SUS; Integrated practice understood as innovation space and training of nurses; Integrated practice: experience that integrates pleasure, love, anxiety, responsibility, overload and dedication. The identification of potential and challenges in training for the SUS and on SUS is fundamental in order to operate both changes in education as in service. Strengthened by a formal instrument, the partnership between the University and the Health Units has contributed in the formation toward the implementation of the principles and guidelines of the SUS, favoring multiprofessional and interdisciplinary character experiences. Was also identified the relevance of the integrated practice in the teaching learning process. Was elaborated a set of guidelines that aimed at sensitize the educational institution and the Municipal Administration as the deployment procedure for training preceptors nurses who work in the family health strategy, which will generate significant benefits for the consolidation of integrated practice in health.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1648
Appears in Collections:MPES - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Betania Machado Faraco Oliveira.pdf2.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.