Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1678
Title: A consulta do enfermeiro na estratégia de saúde da família na cidade do Rio de Janeiro: um recorte da prática em quatro unidades de atenção básica
Authors: Amaral, Isabela Barboza da Silva Tavares
metadata.dc.contributor.advisor: Abrahão, Ana Lúcia
metadata.dc.contributor.members: Paes, Elisabete Pimenta Araújo
Andrade, Marilda
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Amaral, Isabela Barboza da Silva Tavares. A consulta do enfermeiro na estratégia de saúde da família na cidade do Rio de Janeiro: um recorte da prática em quatro unidades de atenção básica. 2015. 102 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico Ciências do Cuidado em Saúde) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2015
Abstract: O objetivo geral do presente estudo é analisar a consulta do enfermeiro na Estratégia de Saúde da Família em uma determinada área da cidade do Rio de Janeiro, tendo como objetivos específicos: caracterizar o processo de trabalho do Enfermeiro durante a consulta de Enfermagem e descrever as ferramentas envolvidas nesse processo de trabalho. Configura-se em uma pesquisa descritiva de abordagem qualitativa que tem por campo de pesquisa quatro unidades de atenção básica que trabalham com a Estratégia de Saúde da Família na cidade do Rio de Janeiro. A técnicas de produção de dados utilizadas foram a observação simples e a entrevista focalizada. O período de coleta de dados foram os meses de abril e maio de 2015. Cada Enfermeiro foi observado por um turno de consultas, e as entrevistas foram aplicadas no mesmo turno. Os dados foram avaliados através da técnica Hermenêuticodialética. A consulta do enfermeiro se caracterizou como meio de construção de um cuidado que abrange família, território e indivíduo, porém, não modificam de forma criativa os modos de abordagem do indivíduo, pois mantém uma reprodução de modelos verticais de atenção à saúde. Apesar de haver explicações das orientações realizadas nos consultórios elas ainda são em algum nível, impositivas e refletem talvez um pouco da herança militar da história da Enfermagem com a presença das falas: “Não pode”, “Tem que fazer.” Verificou-se que presença do vínculo entre usuário e profissional contribui para uma abordagem diferenciada nas consultas, pois o conhecimento do usuário a quem o cuidado é destinado pode direcionar a personalização do plano de cuidados, entretanto, a qualidade da consulta é prejudicada devido ao número de interrupções que acontecem de forma bastante naturalizada, por usuários e por outros profissionais, na maioria das vezes, com vistas ao atendimento de demandas espontâneas, culminando na sobreposição dos atendimentos e na simultaneidade de ações. Questiona-se a legitimidade desse espaço da consulta do enfermeiro, enquanto gerador de um cuidado efetivo, e potencial agente de mudança do modelo assistencial, pois há reprodução de modelo centrado na figura do médico enquanto detentor da clínica. Além disso, o imediatismo enquanto paradigma social do mundo contemporâneo configura o principal pano de fundo onde a estratégia saúde da família acontece de forma viva em ato nas unidades pesquisadas. Porém, em alguns momentos o caráter vivo se sobrepõe à protocolização do atendimento, e neles, consegue-se perceber o acontecimento de encontros “vivos”, onde saberes são compartilhados e o indivíduo é posto enquanto centro do plano de cuidados. Conclui-se que é preciso refletir sobre o modo como o enfermeiro tem se permitido deixar ser conduzido em seu processo de trabalho no consultório; por uma “ditadura da modernidade” imediatista, normalizadora, e que castra do enfermeiro e do usuário, a possibilidade de produção de vida nos seus encontros. Reafirma-se que a sobreposição de atendimentos traz graves prejuízos a qualidade do atendimento prestado ao usuário no consultório, e deslegitima o trabalho do enfermeiro.
metadata.dc.description.abstractother: The overall objective of this study is to analyzing the nurse's consultation at the Family Health Strategy in a particular area of the city of Rio de Janeiro, having as main objectives: characterizing the working process of the nurse during the Nursing consultation and describing the tools involved in this work process. Set in a descriptive research of a qualitative approach whose field are four primary health care units that work with the Family Health Strategy in the city of Rio de Janeiro. The data production techniques used were simple observation and focused interview. The data collection periods were the months of April and May 2015. Each nurse was observed by a round of consultations; and the interviews were applied in the same shift. Data were evaluated by Hermeneutic-dialectical technique. The consultation of the nurse was characterized as a means of care that covers family planning and individual; however, does not change creatively the approach modes of the individual, because it keeps a reproduction of vertical models of health care.Although there are explanations about the instructions given in the offices they still are at some level, impositive and reflect perhaps a bit of military heritage of the history of nursing in the presence of the speeches: "It cannot"; "It has to do". It was found that presence of the link between user and professional contributes to a differentiated approach in the consultations because the knowledge of the user to whom the care is intended can direct the personalization of care plan; however, quality of consultation is impaired due to the number of interruptions that happen quite naturalized way, by users and by other professionals, in most cases, in view to meet spontaneous demands, culminating in the overlap of attendances and simultaneous actions. It questions the legitimacy of this nurse's consultation space while generating an effective care, and potential health care change agent of the model of assistance, because there is a model centered on the figure of the doctor as an owner of the clinic. In addition, the immediacy as a social paradigm of the contemporary world sets the main backdrop where the family health strategy happens vividly in action in the surveyed units. However, in some moments, the living character overlaps the protocol of attention, and in them, it can be seen the dating "alive" events, where knowledge is shared and is set the individual's position as a center of the care plan. In conclusion, it must reflect about how the nurse has been allowed to leave be conducted in his work process in the office; by a "dictatorship of modernity" immediacy, normalizing, and which castrates of the nurse and the user the possibility of life production in their meetings. It reaffirms that the overlapping appointments poses danger to the quality of care provided to the user in the office, and delegitimize the work of the nurse.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1678
Appears in Collections:PACCS - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Isabela Barboza da Silva Tavares Amaral.pdf744.73 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.