Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1679
Title: O familiar acompanhante da criança e a equipe de enfermagem no centro de terapia intensiva pediátrico oncológico: um espaço de interação no cuidado de enfermagem
Authors: Anjos, Cristineide dos
metadata.dc.contributor.advisor: Espírito Santo, Fátima Helena do
metadata.dc.contributor.members: Souza, Sônia Regina de
Silva, Liliane Faria da
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Anjos, Cristineide dos. O familiar acompanhante da criança e a equipe de enfermagem no centro de terapia intensiva pediátrico oncológico: um espaço de interação no cuidado de enfermagem. 2015. 129 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Ciências do Cuidado em Saúde) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2015
Abstract: O estudo teve como objetivo geral analisar os limites e possibilidades da presença do familiar acompanhante no cuidado à criança com câncer no centro de terapia intensivo pediátrico oncológico e como objetivos específicos: descrever o cuidado à criança no centro de terapia intensivo pediátrico oncológico na visão da equipe de enfermagem e do familiar acompanhante; identificar a visão da equipe de enfermagem sobre a presença do familiar acompanhante no centro de terapia intensiva pediátrico oncológico e conhecer como o familiar acompanhante vê sua presença no centro de terapia intensivo pediátrico oncológico. Trata-se de pesquisa de natureza qualitativa, do tipo estudo de caso, realizado no centro de terapia intensiva pediátrico oncológico de um hospital de referência no tratamento de câncer localizado na Cidade do Rio de Janeiro. A produção de dados envolveu as técnicas de observação simples, com registros em diário de campo, e entrevista semiestruturada com 25 membros da equipe de enfermagem e 10 familiares acompanhantes de crianças com câncer internadas no referido centro de terapia intensiva. Após organização e identificação dos dados, estes foram submetidos à análise temática de conteúdo segundo Bardin, emergindo-se as seguintes categorias: O familiar da criança com câncer até a entrada no centro de terapia intensivo pediátrico oncológico e as interações do familiar acompanhante e membros da equipe de enfermagem no cuidado à criança com câncer no Centro de Terapia Intensiva Oncológico. A partir dos depoimentos dos familiares acompanhantes e da equipe de enfermagem constatou-se que no cuidado a criança hospitalizada no CTIP a interação entre ambos favorece sua adaptação ao ambiente, que envolve inúmeros procedimentos e rotinas, demandando suporte emocional e conforto viabilizado pela presença do familiar e conhecimento técnico e científico da equipe de enfermagem. Assim, conclui-se que o centro de terapia intensivo pediátrico oncológico representa um espaço de interação do familiar acompanhante com a equipe de enfermagem no cuidado a criança com câncer, fundamentado na escuta atenta, viabilizada pelo diálogo que possibilita a troca de conhecimentos do familiar da criança com sua experiência, sentimentos e expectativas. Tal processo tem início com o adoecimento e conta com a equipe de enfermagem que tem como meta o cuidado integral à mesma, incluindo suporte e orientações ao familiar da criança, elemento fundamental no seu processo de hospitalização e tratamento.
metadata.dc.description.abstractother: The study aimed to analyze the limits and possibilities of the presence of an accompanying family member in the care of children with cancer in the pediatric oncologic intensive care unit and as specific objectives: to describe the care of children in the pediatric oncologic intensive care unit in the nursing team and companion family member´s point of view; identify the nursing team´s point of view about the presence of an accompanying family member in the pediatric oncologic intensive care unit and to know how the accompanying family member sees his presence in the pediatric oncologic intensive care unit. It´s a qualitative research, a case study, carried out at the pediatric oncologic intensive care unit of a reference hospital in the treatment of cancer located in the city of Rio de Janeiro. The data production involved the simple observation techniques, with records in field diary, and semi-structured interview with 25 members of the nursing team and 10 accompanying family members of hospitalized children with cancer in that intensive therapy unit. After data identification and organization, these were submitted to thematic content analysis according to Bardin, emerging the following categories: the family of the child with cancer to the entrance in the pediatric oncologic intensive care unit and the family member´s interactions and nursing team members in the care for children with cancer in the Oncologic Intensive Care Unit. From the testimonies of the accompanying family members and nursing team we found that in the care of children hospitalized in the CTIP interaction between them favors its adaptation to the environment, involving numerous procedures and routines, requiring emotional support and comfort made possible by the familiar member presence and scientific and technical knowledge of the nursing team. Thus, it is concluded that the pediatric oncologic intensive care unit is an accompanying family member interaction space with the nursing team in care of children with cancer, based on attentive listening, made possible by dialogue that enables the exchange of the knowledge of the family member with his experience, feelings and expectations. This process begins with the illness and has the nursing team that aims to the comprehensive care to it, including support and guidance to the child's family, a key element in the process of hospitalization and treatment.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1679
Appears in Collections:PACCS - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cristineide dos Anjos.pdf2.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.