Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/16883
Title: Impactos neoliberais nas políticas de comunicação no Brasil e na Argentina
Authors: Andreata, Anderson Antonio
metadata.dc.contributor.advisor: Cabral Filho, Adilson Vaz
metadata.dc.contributor.members: Bastos, Pablo Nabarrete
Barros, Chalini Torquato Gonçalves de
Segura, Maria Soledad
Issue Date: 2020
Abstract: A presente dissertação busca compreender como as políticas de comunicação são criadas em países que vivem em regimes democráticos, como Brasil e Argentina, e como as mudanças de governo de característica progressista para neoliberal, ocorridas nesta última década, promoveram o que aqui se propõe a caracterizar como impactos que revelam o desmonte das conquistas da sociedade civil na área de comunicação. Para isso, o trabalho se propõe a fazer um levantamento sobre as características desse período (2015-2019) no que diz respeito às dimensões políticas, econômicas e sociais que pudessem impactar nas atividades de comunicação: no Brasil, a descaracterização de um TV pública; e na Argentina, os retrocessos de uma política que estava promovendo a inclusão de meios privados sem fins de lucro, com mais diversidade e pluralidade de atores sociais nesse cenário. O que se observa é uma mudança de rumo em função de reorientações governamentais que modificam as políticas de comunicação de acordo com as inclinações do governo de turno, fragilizando as políticas que deveriam se constituir como de Estado. E, por outro lado, afeta também a sociedade civil, a partir da consciência crítica dos cidadãos, que não alcança espaço de participação em todos os processos de uma política pública para o setor, desde a formulação, implantação e controle. Como metodologia, optamos pela análise documental, de forma a comparar documentos que pudessem mostrar os impactos nas leis, entrevistas semiestruturadas com participantes de ambos os processos, cujas narrativas foram importantes para compreender a efetividade das mudanças e seus reflexos no cotidiano dos cidadãos impactados por elas. Importante salientar a observação, no processo de pesquisa, que se trata de uma comparação entre desiguais, em que a dinâmica na Argentina estava ocorrendo com maior participação da sociedade civil, porém em ambos os casos houve uma estagnação em relação ao tema na agenda pública desses países, verificada até o ano de 2019, quando se encerra o período de análise da pesquisa.
metadata.dc.description.abstractother: The following dissertation seeks to understand how communication policies are created in countries living in democratic regimes, such as Brazil and Argentina, and how the changes in government from progressive to neoliberal, which have occurred in the last decade, have promoted what is characterized here as impacts that reveal the dismantling of civil society's achievements in the area of communication. To this end, this work proposes to survey the characteristics of this period (2015-2019) in regard to the political, economic and social dimensions that could impact on public communication activities: in Brazil, the disfigurement of a public TV; and in Argentina, the setbacks of a policy that was promoting the inclusion of private non-profit means, with more diversity and plurality of social actors in this scenario. What it has been observed is a change in direction as a result of government reorientation that modify communication policies according to the inclinations of the shift government, weakening the policies that should be constituted as state policies. On the other hand, it also affects civil society, based on the critical awareness of citizens, which does not achieve space for participation in all the processes of a public policy for the sector, from the formulation to implementation and control. As a methodology, we have decided to do an archive analysis, in order to compare documents that could show impacts on laws, semi-structured interviews with participants from both processes, whose narratives were important to understand the effectiveness of the changes and their reflection on the daily lives of citizens impacted by them. It is important to highlight the observation in the research process that this is a comparison between unequal societies, in which the dynamics in Argentina was occurring with greater participation of civil society, but in both cases there was a stagnation in the public agenda of these countries until 2019, when the research period of analysis ends.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/16883
Appears in Collections:PPGMC - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO DEFINITIVA ANDERSON ANDREATA PPGMC.pdf2.73 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons