Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/17035
Title: Performance e identidade: estudos sobre o coletivo artístico Saravá
Authors: Oliveira, Maria Clara Montalvão de
metadata.dc.contributor.advisor: Dias Neto, José Colaço
metadata.dc.contributor.members: Dias Neto, José Colaço
Gajanigo, Paulo Rodrigues
Pacheco, Elizabeth Medeiros
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: A atual monografia tem como objetivo entender a relação entre a performance e a trajetória dos sujeitos da ação da performance, a partir da observação participativa, sobre o Coletivo Artístico Saravá, projeto de extensão e grupo de pesquisa coordenado pela professora Alissan Maria, em funcionamento no Instituto Federal Fluminense (IFF), Campus Centro, em Campos dos Goytacazes. Toma-se a performance como objeto de pesquisa que possibilita uma leitura social a partir do olhar sobre a estética, compreendendo a experiência artística como um trabalho de sensibilidade e de formação de espaço social, portanto, uma ação política. Para isso, a pesquisa parte da observação das ações dos sujeitos da performance, seus estudos, debates e produções sobre performances culturais e relações étnico – raciais. A análise acerca dos comportamentos e regras próprias nos interlocutores e nas interlocutoras foi realizada por meio de entrevistas que possibilitaram encontrar em suas trajetórias e trabalhos artísticos ações sociais e produção de presença, por meio da estética e dos estudos como docentes na Licenciatura em Teatro, no IFF – Campus Centro. Pretende-se, nesse processo de pesquisa, relacionar a ação performática a partir de seus agentes e suas trajetórias, considerando o artista performer um sujeito histórico que reflete em sua obra, direta ou indiretamente, aspectos da vida social e memórias coletivas. Foram escolhidos autores como Raymond Williams, a partir de seus escritos sobre o conceito de “Estrutura de sentimentos”, possibilitando identificar na obra de arte os sujeitos da performance como agentes de seu tempo. O conceito de “Heterotopia”, do Foucault, foi utilizado para fundamentar as práticas dos agentes do Coletivo Saravá como formas de produção de heterotopias e construção espaços a partir do caráter desviante e de questionamento sobre as instituições. Ao pensar nas relações subjetivas e no fazer artístico de uma geração em associação com seus pensamentos, sensibilidades e reflexões, podemos pensar ações artísticas críticas que refletem seus respectivos tempos e contextos históricos.
metadata.dc.description.abstractother: The present completion work has as its objective to comprehend the relations between performance and the action subject of the performance’s trajectory, by using the participatory observation on the group Coletivo Artístico Saravá which is the extension project and research group coordinated by the teacher Alissan Maria and functions in Instituto Federal Fluminense (IFF), Campus Centro in the city of Campos dos Goytacazes. Performance is the object of the research that enables a social reading from the esthetic view, comprehending the artistic experience as a sensible work and that it builds a social space, therefore, a political action. For that, the search comes from the observation of the performance’s subject actions, their studies, debates and the production of cultural performances and racial ethnical relations. The analysis on the behavior and the own rules on the interlocutors was realized with the use of interviews that enabled to find on their trajectory and artistic work, social actions and new possibilities of transformation by the artistic production and the their studies as theater students at IFF, campus centro. it is intended on this research process, to make a relation between the performance action from its agents and their trajectory, considering the performer artist as a historic subject that reflects on its work, directly or indirectly, aspects of the social life and collective memories. There were chosen authors as Raymond Williams, from his writings about the “structures of feeling”, which enables to identify of the works of art, the performance’s subjects as the agents of their time. Foucault’s “heterotopia” concept was used to substantiate the agent’s practices from Coletivo Saravá as forms of productions of heterotopias and of building spaces from the deviant character and from questionings about the institutions. When thinking about the subjective relations and about the artistic work that are with a generation and association within the artist’s thoughts, sensibility and reflections, we can think critic artistic action that reflects on their respective timing and historic context.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/17035
Appears in Collections:CGS - Trabalhos de Conclusão de Curso - Campos dos Goytacazes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monomaria.pdf795.11 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons