Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/17046
Title: Alterações do transporte de aminoácidos excitatórios em astrócitos corticais de ratos espontaneamente hipertensos (SHR)
Authors: Marques, Richard Souza
metadata.dc.contributor.advisor: Kubrusly, Regina Célia Cussa
metadata.dc.contributor.members: David, Isabel Antunes
Gardino, Patricia Franca
Schitine, Clarissa de Sampaio
Issue Date: 2016
Abstract: O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) tem sido descrito como um distúrbio de desenvolvimento neurológico e envolve uma hipofunção na sinalização catecolaminérgica no córtex pré-frontal (CPF). Vários estudos descrevem o rato espontaneamente hipertenso (SHR) como um modelo apropriado para estudos de TDAH, uma vez que eles exibem alterações no sistema dopaminérgico semelhantes às observadas em indivíduos com TDAH. No entanto, há evidências crescentes de que a disfunção na sinalização glutamatérgica está envolvida na fisiopatologia do TDAH, especialmente as que dizem respeito ao receptor NMDA. Em nosso estudo, nós encontramos alterações na homeostase do glutamato nas sinapses corticais dos animais SHR, em comparação com os Wistar. Encontramos por Western Blot que o SHR mostrou menor expressão do transportador glial EAAT1. Nós também descobrimos que a captação de [³H] D-Aspartato foi menor no SHR usando cultura enriquecida em astrócitos corticais e fatias de tecidos. Em seguida, foi realizado um ensaio de liberação de [³H] D-Aspartato em cultura enriquecida de astrócitos corticais e descobrimos que a SHR apresentaram maiores níveis basais de liberação de [³H] D-Aspartato, mas quando foi dado um estímulo com L-aspartato, o aumento da liberação de [³H] D-aspartato foi mais baixo do que nos Wistar. Estes resultados sugerem que a menor expressão/atividade de EAAT1 no SHR pode contribuir para a sinalização aumentada de glutamato descrita no TDAH.
metadata.dc.description.abstractother: Attention Deficit/Hyperactivity Disorder (ADHD) has long been described as a neurodevelopmental disorder and involves hypofunctional catecholamine signalling in prefrontal cortex (PFC). Several studies describe that Spontaneously Hypertensive Rat is the finest model for ADHD studies. However, there are several evidence showing that glutamate signalling is involved in ADHD pathophysiology, especially those regarding the NMDA receptor. In this study, we attempted to find alterations in the glutamate excitatory amino acids transporter in SHR cortex, comparing them to the Wistar rats. We found by Western Blot that the SHR showed lower expression of the glial transporter EAAT1. We also found that the [³H] D-Aspartate uptake was lower in the SHR using cortical astrocyte enriched culture and tissue slices. Then, we performed a [³H] D-Aspartate release assay in cortical astrocyte enriched culture and we found that the SHR presented higher levels of basal [³H] D-Aspartate release, but after stimulation with L-aspartate, the increase on the [³H] D-Aspartate release was lower than the Wistar. These findings suggest that the lower EAAT1 expression and activity in the SHR may contribute to the altered glutamate signalling in ADHD.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/17046
Appears in Collections:PPGFF - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO RICHARD MARQUES.pdf1.71 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons