Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1805
Title: Análise das práticas de gestão de saúde e segurança ocupacional em sinergia com a responsabilidade social organizacional: comparação entre setores e segmentos industriais
Authors: Silva, Savio Luís Oliveira da
metadata.dc.contributor.advisor: Quelhas, Osvaldo Luiz Gonçalves
metadata.dc.contributor.advisorco: Pinto Junior, Jony Arrais
metadata.dc.contributor.members: Mello, Sidney Luiz de Matos
Moraes, Jorge Chaves de
Issue Date: 24-Nov-2015
Publisher: u
Abstract: A pesquisa em questão foi direcionada ao estudo das práticas organizacionais de Saúde e Segurança Ocupacional (SSO), onde se relacionam diretrizes de uma gestão responsável baseada em normas e indicadores de Responsabilidade Social Organizacional (RSO), com o foco na promoção e manutenção de melhores condições de trabalho ao stakeholder interno. Existem diferenciais na ênfase das práticas de gestão nos setores públicos e privados, nos segmentos industriais de manufatura e serviços. Torna-se importante constatar as evidencias dessas diferenciações e tentar explica-las.O objetivo desta pesquisa é avaliar se existe dependência entre as práticas de gestão em SSO, em sinergia com a RSO, e o setor (público ou privado) ou o segmento industrial (manufatura ou serviço) em que as organizações se inserem, segundo a percepção dos profissionais que nelas atuam. A revisão da literatura que envolve a temática abordada possibilitou a construção de um questionário (survey), cuja aplicação foi realizada em uma amostra de 86 profissionais de distintas formações e áreas de atuação. Os dados obtidos foram tratados por meio de métodos, técnicas e ferramentas de estatística descritiva para avaliar a percepção destes profissionais acerca das práticas de gestão em SSO, em sinergia com a RSO, em suas respectivas organizações. Buscou-se verificar a dependência entre esta percepção com o setor e com o segmento industrial em que a organização se insere, através do teste de Qui-quadrado de Pearson ou Teste exato de Fisher. Como resultado, observou-se considerável adesão à estas práticas por parte das organizações. No entanto, esta adesão depende do setor e do segmento industrial em que a organização está inserida. Constatou-se maior adesão às práticas estudadas nas organizações privadas, comparadas com as públicas, e no segmento industrial de manufatura, comparada com as de serviço.
metadata.dc.description.abstractother: This research was directed to the study of organizational practices of Occupational Health and Safety (OHS), which relate guidelines for responsible management based on Organizational Social Responsibility (OSR) standards and indicators, with focus on the promotion and maintenance of best working conditions to the internal stakeholder. There are differences in the emphasis of management practices in the public and private sectors in industries of manufacturing and services. It is important to note the evidence of these differences and try to explain them. The objective of this research is to assess whether there is dependence between management practices in OHS, in synergy with the OSR, and the sector (public or private) or the industrial sector (manufacturing or service) in which organizations fall as perceived the professionals who work in them. A review of the literature involving the theme addressed enabled the construction of a questionnaire (survey), whose application was performed in a sample of 86 professionals from different backgrounds and areas of expertise. Data were treated by means of methods, techniques and descriptive statistics tools to assess the perception of these professionals about the management practices in OHS, in synergy with the OSR in their respective organizations. We attempted to verify the dependence of this perception with the sector and the industrial sector in which the organization is inserted through Pearson’s Chi-Square test or Fisher's exact test. As a result, there was a considerable adherence to these practices by organizations. However, this adherence depends on the sector and the industrial segment in which the organization operates. It was found greater adherence to the practices studied in private organizations, compared with the public, and industrial manufacturing segment, compared with the service segment.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1805
Appears in Collections:MSG - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert SÁVIO LUÍS OLIVEIRA DA SILVA.pdf1.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.