Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1806
Title: Avaliação ambiental e econômica do uso de bioaumentação em caixas de gordura de restaurantes da região de Jacarepaguá – Rio De Janeiro
Authors: Souza, Marcio Santos
metadata.dc.contributor.advisor: Souza, Ricardo Gabbay de
metadata.dc.contributor.members: Barros, Sergio Ricardo da Silveira
Issue Date: 9-Dec-2015
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: A Região de Jacarepaguá concentra atualmente 237 estabelecimentos classificados na categoria RESTAURANTES, segundo dados obtidos na RAIS, gerando milhões de litros de gorduras oriundas do processo de transformação e descarte de restos de alimentos. As gorduras geradas nesses estabelecimentos deveriam em tese ser coletadas por empresas especializadas para depois as destinarem à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Alegria, mas observamos vários procedimentos inadequados desde o descarte da gordura na própria rede coletora, até o uso de terrenos baldios. Esse cenário pode ser evitado com a limpeza e manutenção adequadas das caixas de gordura, que correspondem a tratamento preliminar do efluente. As formas de retirada de gordura mais utilizadas pelo restaurantes são o uso de caminhões limpa fossa, deslocamento de um funcionário do próprio restaurante para a retirada, uso de soda cáustica ou coleta por um caminhão de lixo comum. Uma das maneiras de reduzir esse problema é através do processo de bioaumentação, utilizando agentes biológicos que decompõem a gordura gerada e acumulada tanto nas tubulações quando na própria caixa de gordura. Diferente do modelo tradicional, onde a gordura é transferida de um lugar para outro, com os microrganismos, a mesma não é formada, sendo digerida rapidamente pelos agentes biológicos tais como bactérias do gênero Bacilus, alvo desse estudo. Esse trabalho, temos como objetivo apresentar um estudo sobre a viabilidade de utilização de técnicas de bioaumentação na limpeza de caixas de gordura, cujo cenário percebemos que mesmo sendo viável tanto operacionalmente quanto financeiramente, há entraves no que tange ao nível de conhecimento e graus de disponibilidade para mudança, fazendo com que os impactos ambientais sejam bem evidentes.
metadata.dc.description.abstractother: The Jacarepagua Region in the city of Rio de Janeiro, Brazil, currently focuses 237 establishments classified in the category RESTAURANTS, according to data obtained from RAIS, generating millions of liters of fat derived from the transformation process and disposal of food waste. Fat generated in these establishments should theoretically be collected by specialised companies and then delivered to the Sewage Treatment Plant, but several inadequate procedures are observed, like the disposal of fat in the sewage collection system itself or at vacant lots. This scenario can be avoided by proper cleaning and maintenance of grease traps, what corresponds to the preliminary treatment of the effluent. Most used forms of fat removal by restaurants are waste haulers, removal by restaurants' employees, use of caustic soda or collection by a common garbage truck. One way to reduce this problem is through bioaugmentation process using biological agents that break down fat generated and accumulated either in the pipes or in the grease traps. Unlike the traditional model, where fat is transferred from one place to another, with microorganisms, the fat is quickly digested by biological agents as bacteria of the genus Bacillus, target of the study. The goal of this study is to assess the potential environmental and economic benefits of applying bioaugmentation in cleaning restaurant grease traps. Results show that even being both operationally and financially feasible, there are barriers when it comes to the leves of knowledge and interest in changing current behaviours, causing quite evident environmental impacts
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1806
Appears in Collections:MSG - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissert marcio santos Souza.pdf1.99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.