Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1819
Title: Capital social, aprendizagem organizacional e capacidades tecnológicas como fatores de sucesso para programas descentralizados de apoio a inovação: o caso Tecnova Goiás
Authors: Torreão, Marcelo Neves
metadata.dc.contributor.advisor: Andrade, Emmanuel Paiva de
metadata.dc.contributor.members: Lopes, Luiz Antonio Coelho
Turchi, Maria Zaira
Issue Date: 15-Dec-2015
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: A inovação tem se mostrado como um processo extremamente importante à sobrevivência e desenvolvimento de empresas e regiões, entretanto, diversas pesquisas apontam para dificuldades encontradas pelas empresas, independente de seu porte, em manter seu mercado ou desenvolver atividades de inovação. Estas dificuldades podem ser de ordem financeira, técnica, aversão ao risco ou falta de pessoal qualificado. Outros elementos como a rede de relacionamentos do empreendedor, os códigos e narrativas compartilhadas, bem como os níveis de confiança presentes entre os diversos atores que interagem em um ecossistema interferem na dinâmica do processo de inovação das empresas. O Programa Tecnova, a partir da transferência de recursos de subvenção econômica, busca suprir uma lacuna relacionada ao risco de investimento no processo de inovação. Durante as fases de seleção, avaliação, contratação e acompanhamento dos projetos submetidos ao Programa Tecnova são solicitadas informações pelos parceiros estaduais da FINEP tanto dos projetos quanto das empresas beneficiadas pela subvenção econômica. Esse conjunto de informações é a base, em primeiro momento, do processo decisório que define se a empresa terá ou não o seu projeto apoiado e em seguida integram o acompanhamento da evolução do projeto, da empresa e do próprio programa. Este trabalho parte da identificação dos atores de primeiro grau que operam o Programa Tecnova no nível nacional, avalia com maior profundidade os resultados obtidos pelo primeiro parceiro a efetuar as contratações com as empresas selecionadas e busca entender de que forma o capital social interfere na dinâmica do processo de inovação do empreendedor que recebeu tais recursos, agregando, dessa forma, maior conhecimento acerca da dinâmica do processo de inovação no nível local. Tem por base revisão bibliográfica, documental e de campo, bem como a realização de estudo de caso múltiplo com foco na avaliação do capital social de micro e pequenas empresas, tomadoras de recursos de subvenção econômica operada de forma descentralizada. Como resultado da pesquisa foi possível observar que: • Capital social, Aprendizagem Organizacional e Capacitação Tecnológica influenciam positivamente o desenvolvimento do Programa Tecnova; • O capital social é relevante para o parceiro que opera o programa, uma vez que a performance de suas ações são influenciadas pela interação com diversos atores do Sistema Regional de Inovação, como SEBRAE Estadual, Incubadoras, Associações, dentre outras entidades ou representações de classe, bem como para as empresas que se beneficiaram do programa, visto que contam com acesso a recursos e informações, além de resultados internos que são influenciados também pelo capital social em suas perspectivas estrutural, relacional e cognitiva; • O processo de seleção conduzido pela FAPEG teve com resultado a contratação de empresas que apresentavam nível de maturidade em aprendizagem organizacional/capital social e capacidades tecnológicas satisfatório; • A empresa com nível de maturidade em aprendizagem organizacional/capital social e capacidades foi a que necessitou de menos recursos para o desenvolvimento do projeto.
metadata.dc.description.abstractother: Innovation has been shown to be extremely important to the survival and development of enterprises and regions process, however, several studies point to difficulties encountered by enterprises, regardless of size, to maintain its market or develop innovation activities. These difficulties may be financial, technical, risk aversion and lack of qualified personnel. Other elements such as network entrepreneur relationships, shared codes and narratives, as well as the confidence levels present among the different actors that interact in an ecosystem interfere with the dynamics of the corporate innovation process. The Tecnova program from the transfer of economic support funds, seeks to fill a gap related to the risk of investment in the innovation process. During the phases of selection, evaluation, contracting and monitoring of projects submitted to Tecnova Program information is requested by state partners FINEP both projects as companies benefited from a subsidy. This set of information is the basis, in the first instance, the decision-making process that determines whether or not the company will have supported your project, and then integrate the monitoring of the evolution of the project, the company and the program itself. This work of the identification of the first degree of actors who operate the Tecnova program at the national level, assesses in greater detail the results of the first partner to perform the contracts with the selected companies and seeks to understand how the social capital affects the dynamics of Entrepreneur of the innovation process that received such funds, adding thus more knowledge about the dynamics of the innovation process at the local level. It is based on literature review, document and field as well as conducting multiple case study focused on the evaluation of the capital to micro and small companies, makers of economic support funds operated in a decentralized manner. As a result of research it was observed that: • Social Capital, Organizational Learning and Technology Skills positively influence the development of Tecnova Program; • Social Capital is relevant to the partner who operates the program, since the performance of his actions are influenced by the interaction with different actors of the Regional Innovation System as State SEBRAE, Incubators, Associations, among other entities or class of representations as well as for companies that have benefited from the program, as they have access to resources and information, as well as internal results are also influenced by social capital in their structural, relational and cognitive perspectives; • The selection process conducted by FAPEG result had with hiring companies that presented level of maturity in organizational learning / social capital and satisfying technological capabilities; • The company with Maturity on organizational learning / social capital and skills was needed fewer resources for project development.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/1819
Appears in Collections:MSG - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissert Marcelo Neves Torreão.pdf2.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.