Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/186
Title: Curso de vida e construção social das idades no mundo de Homero (Séc. X ao IX A.C.): uma análise sobre a formação dos habitus etários na Ilíada e Odisséia
Authors: Moraes, Alexandre Santos de
metadata.dc.contributor.advisor: Cardoso, Ciro Flamarion Santana
metadata.dc.contributor.members: Silva, Maria de Fátima Sousa e
Lessa, Fábio de Souza
Lima, Alexandre Carneiro Cerqueira
Issue Date: 2013
Citation: MORAES, Alexandre Santos de. Curso de vida e construção social das idades no mundo de Homero (Séc. X ao IX A.C.): uma análise sobre a formação dos habitus etários na Ilíada e Odisséia. 2013. 260 f. Tese (Mestrado em História) – Departamento de História, Universidade Federal Fluminensem Niterói, 2013. Disponível em: <http://www.historia.uff.br/stricto/td/1579.pdf>.
Abstract: Esta tese busca analisar as concepções relativas às diferenças etárias no mundo de Homero (séc. X ao IX a.C.). Através da Ilíada e da Odisseia, observaremos os fatores intervenientes que contribuiram para o desenvolvimento dessas concepções, a influência das mesmas na construção dos comportamentos e papeis sociais atribuídos às personagens e as maneiras pelas quais as idades da vida se tornaram decisivas para a organização da vida social no mundo representado por Homero. O conceito de habitus etário, proposto com base na perceptiva sociológica de Pierre Bourdieu, permite-nos demonstrar a importância que os aedos associam ao curso de vida como fator de produção e reprodução das estruturas sociais. Defendemos que as idades com que as personagens são caracterizadas atuam de modo decisivo para a compreensão de seus espaços de atuação, permitindo assim a análise dos sistemas de valores vigentes no período.
metadata.dc.description.abstractother: This thesis intends to analyze the conceptions of age differences in the Homers’ World (1000-900 BC.). Through the Iliad and Odyssey, we aims to observe the intervenient factors that contributed to development of this conceptions, its influence in the construction of behaviors and social roles associated to the characters and the manner which the ages of life became important to the social organization of the world represented by Homer. The concept of age habitus, based on the Pierre Bourdieu’s sociological perspective, allow us to show the importance that the oral poets associated to the length of life as a factor of production and reproduction of the social structures. We defend that the ages in which the characters are described is a decisive way for the comprehension of the acting spaces of them, allowing the analysis of the valor systems available in this period.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/186
Appears in Collections:PPGH - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Moraes, Alexandre-Tese-2013.pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons