Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2004
Title: O processo de unitização na indústria do petróleo
Authors: Silva, Amanda Leão
Maia, Thales José Quimer
metadata.dc.contributor.advisor: Vallejos Carrasco, Alfredo Moisés
metadata.dc.contributor.members: Vallejos Carrasco, Alfredo Moisés
Braga, Luciana Palmeira
D'Almeida, Albino Lopes
Issue Date: 22-Jul-2016
Abstract: A importância da unitização vem crescendo mundialmente por se tratar da maneira mais igualitária e justa de se produzir uma jazida compartilhada, garantindo que a recuperação final seja sempre superior do que nos casos onde há a produção predatória do reservatório por mais de um concessionário. Por este motivo, o presente trabalho aborda o tema trazendo o conceito puro e simples de se unificar um reservatório, bem como os agentes envolvidos e todo o andamento do processo até que seja acordo tenha sido assinado. O mesmo introduz o histórico e a evolução do assunto de forma mundial e posteriormente, de forma mais específica, no Brasil. Além disso, alguns conceitos técnicos serão expostos para acrescentar e justificar o entendimento dos estudos realizados no decorrer do processo de unitização. Serão apresentados também, estudos de casos em que uma jazida se estenda além das fronteiras do seu país de origem e os principais casos brasileiros já acordados, com um enfoque no polígono do pré-sal, pois além de apresentar volumes excepcionais de petróleo e gás natural, é uma região ainda pouco explorada, apresentando um maior grau de desconhecimento da área, o que torna os casos de unitização mais complexos e demorados, pois novos dados serão necessários para mitigar as incertezas quanto aos percentuais a serem acordados e devido à grande quantidade de casos em andamento. Em adição, no Brasil, serão introduzidos os regimes fiscais, as participações governamentais e as diretrizes para a celebração do Acordo de Individualização da produção.
metadata.dc.description.abstractother: The importance of unitization has grown worldwide because it is the most equitable and fair way to produce a shared reservoir, ensuring that the final recovery is always higher than in cases where there is a predatory production by more than one lessee. For this reason, this paper addresses the issue by bringing pure and simple concept of to unify a reservoir as well as the agents involved and all the progress of the process until agreement has been signed. The same introduces the history and evolution of the subject in a global way and later more specifically in Brazil. In addition, some technical concepts will be exposed to add and justify the understanding of the studies before the unitizing process. Will also be presented, case studies in which a reservoir extends beyond the borders of its own country and the main Brazilian cases that have already agreed, with a focus on the pre-salt polygon, as well as presenting exceptional volumes of oil and natural gas, is a underexplored region, with a large degree of unfamiliarity, which makes cases more complex and longtime unitization, as new data will be needed to mitigate the uncertainties about the percentage to be agreed and due to the large amount of cases in progress. In addition, in Brazil, the tax systems will be introduced, government participation and the guidelines for the celebration of Production Individualization Agreement.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2004
Appears in Collections:TGO - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_PDF2.pdf2.47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.