Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/21377
Title: A fronteira como destino de viagem: a colônia militar de Foz do Iguaçú (1888-1907)
Authors: Myskiw, Antonio Marcos
metadata.dc.contributor.advisor: Olinto, Beatriz Anselmo
metadata.dc.contributor.members: Motta, Márcia Maria Menendes
Gregory, Valdir
Freitag, Liliane da Costa
Machado, Paulo Pinheiro
Issue Date: 2009
Citation: MYSKIW, Antonio Marcos. A fronteira como destino de viagem: a Colônia Militar de Foz do Iguaçú (1888-1907), 2009. 245 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense Instituto de História, Niterói, 2009
Abstract: Este é um estudo de História Agrária, que tem por tema central a Colônia Militar de Foz do Iguaçu. A meta inicial é investigar como o imenso território situado a Oeste dos campos de Guarapuava passou a ser explorado, ocupado e colonizado, a partir de meados do século XIX, via abertura de picadas e a formação de fazendas de criação. A segunda meta é mostrar que a instalação de uma Colônia Militar na foz do rio Iguaçu, assentada na atividade agrícola e pastoril, teve um lento desenvolvimento devido a uma série de dificuldades, dentre elas, o isolamento geográfico e o extrativismo de erva-mate e madeira adotado pelos militares para poder sobreviver na fronteira via comercialização com argentinos de Posadas e Corrientes. A terceira meta é averiguar como as terras concedidas aos colonos matriculados passaram a ser objetos de disputas e conflitos agrários por não terem sido demarcados e titulados aos seus ocupantes
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/21377
Appears in Collections:PPGH - Teses - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese-antonio-marcos-myskiw.pdf2.32 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons