Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/21830
Title: Problema da programação de horários em escolas: um estudo de caso
Authors: Silva, Bianca Almeida da
metadata.dc.contributor.advisor: Roboredo, Marcos Costa
metadata.dc.contributor.members: Monteiro, Marcelo Maciel
Pereira, Valdecy
Issue Date: 2021
Citation: SILVA, Bianca Almeida da. Problema da programação de horários em escolas: um estudo de caso. 2021. 52f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Produção) - Universidade Federal Fluminense, Escola de Engenharia, Niterói, 2021
Abstract: O Problema de Programação de Horários (PPH) é um desafio frequente nas grandes organizações que periodicamente precisam agendar uma sequência de encontros entre um grupo de pessoas em um período prefixado de tempo, atendendo as mais diversas restrições. Cada organização possui recursos e restrições distintas, aumentando a complexidade da resolução de problemas desse tipo. Em Escolas, o PPH surge no início de cada período letivo, em que é necessário alocar professores a turmas, dias e horários respeitando restrições de cunho organizacional, pessoal e pedagógico. No Brasil, as escolas costumam montar suas grades de forma manual. Tal atividade costuma levar muito tempo e dificilmente resulta na solução ótima. Visto que uma grade de horários coesa ajuda a melhorar o desempenho de docentes e discentes, o presente trabalho tem como foco otimizar a construção da grade de horários de uma Escola do Ensino Fundamental, através da definição de um modelo de programação linear inteira, que atenda todas as restrições consideradas obrigatórias pela escola e o máximo possível de restrições desejadas pela mesma. A aplicação da modelagem proposta em dados referentes ao ano de 2019, permitiu a otimização da construção da grade de horários, que passou a ser elaborada em menos tempo e resultou em uma solução melhor que o cenário atual da escola, visto que atendeu todas as restrições fortes e reduziu o número de violações nas restrições desejáveis de 17 para 5.
metadata.dc.description.abstractother: Timetabling is a frequent challenge in large organizations that periodically need to schedule a sequence of meetings between a group of people in a preset period of time, attending the most diverse restrictions. Each organization has different resources and restrictions, increasing the complexity of solving such problems. In Schools, the timetabling appears at the beginning of each school term, when it is necessary to allocate teachers to classes, days and times respecting restrictions of an organizational, personal and pedagogical nature. In Brazil, schools usually structure their timetable manually. Such activity usually takes a long time and hardly results in the optimal solution. Since a cohesive timetable helps to improve the performance of teachers and students, the focus of the work is to optimize the design of the timetable of an Elementary School, through the definition of a linear and integer programming model, which attends all restrictions considered mandatory and the maximum possible restrictions desired by the school. The proposed modeling application in the 2019 data, allowed the optimization of the timetable construction, which started to be elaborated in less time and resulted in a better solution than the school current scenario, since it met all the strong restrictions and reduced the violations number in the desirable restrictions from 17 to 5.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/21830
Appears in Collections:TEP - Trabalhos de Conclusão de Curso - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Projeto Final - Bianca Almeida da Silva.pdf1.48 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons