Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/21999
Title: Arribadas portuguesas: a participação luso-brasileira na constituição social de Buenos Aires (c.1580-c.1680)
Authors: Ceballos, Rodrigo
metadata.dc.contributor.advisor: Bicalho, Maria Fernanda Baptista
metadata.dc.contributor.members: Monteiro, Nuno Gonçalo Pimenta de Freitas
Fragoso, João Luís Ribeiro
Osório, Helen
Raminelli, Ronald José
Issue Date: 2008
Citation: CEBALLOS, Rodrigo. Arribadas portuguesas: a participação luso-brasileira na constituição social de Buenos Aires (c.1580-c.1650). 2008. 296 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2008.
Abstract: Em 1580, ano em que Felipe II da Espanha tornou-se rei de Portugal, foi fundada com as portas abertas para o Oceano Atlântico a cidade de Buenos Aires. Não tardou muito para que comerciantes portugueses, com ligações com o Brasil, ramificassem seus interesses para o sul do continente e o seu interior. Porto de entrada de escravos africanos e saída da prata potosina, Buenos Aires tornou-se ao longo da primeira metade do século XVII um espaço de vivências entre lusitanos e espanhóis. As relações de cumplicidade entre moradores, comerciantes, governadores e funcionários régios permitiram uma dinâmica social na cidade e a possibilidade dos portugueses e seus descendentes adquirirem terras junto ao Rio da Prata, participarem de reides contra índios ou, ainda, ocupar cargos na Câmara ou estratégicas funções periféricas. Como sujeitos ativos dos interesses locais, e no ultramar das redes comerciais com o Brasil, Portugal, Espanha e Angola, lusitanos e espanhóis fizeram parte das relações de poder constituintes de um espaço até então "ambíguo" no Império espanhol. Ao estudar estas redes sociais que se estabeleceram entre uma "administração privada" e outra "pública" nota-se a existência de uma economia de saberes produtora da colonização do Rio da Prata, assim como as práticas da "extralegalidade" e "autotransformação" das elites em Buenos Aires. Analiso a construção de estruturas (in)formais de relações pessoais tecidas por portugueses na cidade-porto da Buenos Aires seiscentista; assim como a expansão de suas redes de poder e vinculações na América portuguesa.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/21999
Appears in Collections:PPGH - Teses - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese-rodrigo-ceballos.pdf5.4 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons