Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2311
Title: Modelagem da transformação martensítica induzida por laminação a frio em aços inoxidáveis austeníticos
Authors: Cunha, Gabriel Miranda da
metadata.dc.contributor.advisor: Pardal, Juan Manuel
metadata.dc.contributor.members: Tavares, Sérgio Souto Maior
Schmitt, Vanessa Milhomem
Martins, Tabatta Regina de Brito
Issue Date: 4-Oct-2016
Abstract: Os aços inoxidáveis austeníticos são comumente empregados em projetos de engenharia e, por possuírem uma ductibilidade elevada, geralmente são conformados por laminação a frio. Este processo pode conduzir à formação de martensitas induzidas por deformação, e a cinética desta transformação apresenta uma relação com a composição química da liga. Neste estudo, coletaram-se informações relativas a sete trabalhos experimentais publicados sobre o comportamento desta transformação em relação à deformação verdadeira imposta durante o processo de laminação a frio em diversos graus comerciais de aços inoxidáveis austeníticos. Assim sendo, comparou-se a cinética da transformação martensítica destas ligas com a energia de falha de empilhamento, obtida através de uso de equações propostas na literatura baseadas na composição química das mesmas. Deste modo, através da realização de uma abordagem numérica com os dados coletados desenvolveu-se um modelo geral para estimar o comportamento de transformação martensítica de um determinado aço inoxidável austenítico através da sua composição química e do grau de deformação verdadeira imposto. Por fim, o modelo desenvolvido no presente projeto mediante uso de software MATLAB® tem grande potencial de aplicação em diversos setores indústrias que envolvam processos de laminação a frio de aços inoxidáveis austeníticos.
metadata.dc.description.abstractother: Austenitic stainless steels are commonly used in engineering projects and, because of their high ductility, they are usually shaped by cold rolling. This can lead to the formation of deformation-induced martensites and the kinetics of this conversion has a relationship with the chemical composition of the alloy. In this study, it was collected seven experimental papers on the behavior of this transformation and its relation to the true strain imposed during the cold rolling process in various commercial grades of austenitic stainless steels. Therefore, it was compared the kinetics of martensitic transformation of these alloys with the stacking fault energy, obtained through the use of equations proposed in the literature based on the chemical composition of said alloys. Thus, by performing a numerical approach to data collected we developed a general model for estimating the martensitic transformation behavior of a particular austenitic stainless steel through its chemical composition and the degree of true deformation imposed. Finally, the model developed in this project by using MATLAB® software has great potential for application in various industries involving cold rolling processes in austenitic stainless steels.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2311
Appears in Collections:TGM - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - 2016.1 - Gabriel Miranda da Cunha_sem assinaturas.pdf1.47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.