Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2355
Title: Processo de comunicação de idosos na execução das atividades instrumentais de vida diária: estudo etnográfico
Authors: Santos, George Luiz Alves
metadata.dc.contributor.advisor: Santana, Rosimere Ferreira
metadata.dc.contributor.members: Broca, Priscilla Valadares
Espírito Santo, Fátima Helena do
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Santos, George Luiz Alves. Processo e comunicação de idosos na execução das atividades instrumentais de vida diária: estudo etnográfico. 2015. 130 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Ciências do Cuidado em Saúde) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2015.
Abstract: Introdução: Para executar as Atividades Instrumentais de Vida Diária, os idosos interagem e estabelecem relações interpessoais. A comunicação é o que permite expressarem suas necessidades e desejos, contudo, no contexto da atualidade, o processo de comunicação se opera de forma rápida, informatizada, tecnológica, podendo suscitar processos comunicativos fragilizados, e resultando em ruídos na comunicação, ou mesmo em dificuldades na execução das Atividades de Vida Diária. Para tanto, formularam-se, como objetivos: discutir as implicações do processo de comunicação de idosos nas Atividades Instrumentais de Vida Diária para o cuidado de Enfermagem Gerontológica; descrever o processo de comunicação de idosos ao executar as Atividades Instrumentais de Vida Diária; e analisar os elementos constituintes, estratégias, ruídos e barreiras do processo de comunicação de idosos ao executar as Atividades Instrumentais de Vida Diária. O referencial teórico adotado neste estudo foi o Processo de Comunicação e a Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidado Cultural. Método: Estudo de abordagem qualitativa, do tipo etnoenfermagem. Para coleta dos dados, utilizaram-se a observação participante e a entrevista semiestruturada. Como cenário do estudo, teve-se um projeto de extensão universitária para idosos, localizado na cidade de Niterói (RJ). Participaram 35 idosos, tendo-se como critérios de inclusão frequentar há pelo menos 1 ano e de forma regular as atividades do projeto. Foram excluídos aqueles que faltaram a dois encontros agendados. Participaram do estudo sete profissionais, incluindo-se os que possuíam graduação completa e atuavam em atividades do projeto de extensão. As técnicas de coleta de dados foram a observação etnográfica (Modelo OPR); o Diário de Campo; e a entrevista de reconhecimento e aprofundamento. O período de coleta de dados foi de novembro de 2013 a agosto de 2014. Para análise dos dados, seguiram-se as quatro etapas proposta pela etnoenfermagem. O estudo teve aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa local. Resultados: As categorias do estudo foram: comunicação nos grupos de convivência como promotora da cultura do envelhecimento ativo e saudável; Capacidade para execução das Atividades Instrumentais de Vida Diária: um conceito de saúde para os idosos; A utilização de tecnologias na execução das Atividades Instrumentais de Vida Diária: usos e possibilidades; Cenários de execução das Atividades Instrumentais de Vida Diária: fatores culturais e sociais; A comunicação no contexto de execução das Atividades Instrumentais de Vida Diária: ruídos e estratégias. Discussão: Os grupos foram espaços possíveis de problematizar a demandas dos idosos em relação à execução das Atividades de Vida Diária. As oficinas, se contextualizadas às necessidades dos idosos e fomentando a participação ativa deles nas atividades, permitem trabalhar conceitos importantes, como autonomia e independência. Diariamente, idosos executam suas atividades diárias, e a comunicação é o elo que permite a interdependência com quem eles interagem, contudo, essa necessidade está contextualizada. Assim, podem surgir ruídos na comunicação, caso o idoso não esteja adaptado; portanto, adquirir habilidades comunicadoras, como, por exemplo, o domínio da informática ou, ainda, o uso da própria linguagem de forma adequada, pode contribuir para uma comunicação efetiva. Conclusões: O treinamento das habilidades comunicadoras dos idosos nos grupos pode diminuir ruídos na comunicação quando estes executam as Atividades Instrumentais de Vida Diária, ou seja, promover a independência e a autonomia. No cuidado de enfermagem gerontológica, ao associar a promoção do envelhecimento ativo aos princípios da enfermagem transcultural, potencializa-se o cuidado congruente.
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: In order to perform Instrumental Activities of Daily Living, the aged individuals interact and establish interpersonal relationships. Communication allows them to express their needs and wishes; however, nowadays, the communication process works very quick, computerized and using technology, which may cause fragile communicative processes, resulting in communication noise or even in difficulties to run the Instrumental Activities of Daily Living. Hence, the formulated objectives were: approaching the implications of the communication process of aged individuals in Instrumental Activities of Daily Living to Gerontological Nursing care; describing the communication process of aged individuals to perform Instrumental Activities of Daily Living; and analyzing the constituting elements, strategies, noises, and barriers of aged individuals’ communication process when performing Instrumental Activities of Daily Living. The theoretical referential adopted in this study was the Communication Process and the Theory of Diversity and Universality of Cultural Care. Method: This was an ethnonursing study of qualitative approach. Participant’s observation and semistructured interview were used for data collection. The study scenario was a university extension project for aged individuals, located in the city of Niterói (RJ). Thirty-five aged individuals participated, and inclusion criteria included going to the project activities at least for 1 year and in a regular basis. Participants who did not go to two scheduled meetings were excluded. Seven professionals took part in the study, including those with complete school education and those who worked in activities of the extension project. Data collection techniques included ethnographical observation (OPR Model); Field Diary; and recognition and deepening interview. Data collection period was from November 2013 to August 2014. For data analysis, the four stages proposed in ethnonursing were followed. The local Committee of Ethics Research approved the study. Results: The study categories comprised the following: Communication in groups of familiarity as a promotor of active and healthy aging culture; Capacity to perform Instrumental Activities of Daily Living: a health idea for aged individuals; The use of technologies to perform Instrumental Activities for Daily Living: uses and possibilities; Performance scenarios of Instrumental Activities for Daily Living: cultural and social factors; Communication in the performance notion of Instrumental Activities of Daily Living: noises and strategies. Discussion: Groups form spaces where it is possible to problematize the demands of aged individuals regarding the performance of Instrumental Activities of Daily Living. If the needs of aged individuals are put into context and their active participation in activities is encouraged, the workshops allow working important concepts like autonomy and independence. Every day, aged individuals run their daily activities, and communication is the link that allows interdependence with whom they interact. However, this need is contextualized. Thus, communication noises may arise if the senior is not adjusted; therefore, acquiring communicative skills, such as computing mastery or even the use of their own language appropriately, may contribute for an efficient communication. Conclusions: Practice of the communicative skills of aged individuals in groups can decrease noises in communication, when these subjects perform their Instrumental Activities of Daily Living, i.e. to promote independence and autonomy. In Gerontological Nursing care, the association of active aging promotion with transcultural nursing principles empowers the congruent care.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2355
Appears in Collections:PACCS - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
George Luiz Alves Santos.pdf1.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.