Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2386
Title: A enfermagem nos cuidados paliativos junto às crianças com câncer
Authors: Stanziola, Thaís Garcia
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Liliane Faria da
metadata.dc.contributor.advisorco: Góes, Fernanda Garcia Bezerra
metadata.dc.contributor.members: Góes, Fernanda Garcia Bezerra
Machado, Maria Estela Diniz
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Stanziola, Thaís Garcia. A enfermagem nos cuidados paliativos junto às crianças com câncer. 2016. 64 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem e Licenciatura)-Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016
Abstract: O cuidado de enfermagem à criança com câncer em cuidado paliativo foi o objeto investigado nesta pesquisa, com o objetivo de conhecer as facilidades e dificuldades da equipe de enfermagem na realização dos cuidados paliativos junto às crianças com câncer. Para o alcance do objetivo proposto, optou-se pela pesquisa descritiva e exploratória, com abordagem qualitativa. O cenário foi uma enfermaria de um hospital público pediátrico, que atende crianças para o tratamento oncológico, localizada no Rio de Janeiro. Os participantes foram oito profissionais de enfermagem, sendo estes: duas enfermeiras e seis técnicas de enfermagem. A coleta de dados foi realizada em abril de 2016, por meio de uma entrevista semiestruturada. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa, com protocolo número 1.403.289. As falas dos participantes foram transcritas na íntegra e analisadas através da análise temática. Os resultados apontaram que na perspectiva da equipe de enfermagem, as dificuldades são maiores que as facilidades; sendo as facilidades a boa comunicação entre equipe de enfermagem e familiares criando vínculo entre eles; atividades lúdicas como o brincar; presença de material adequado e equipe de enfermagem com excelência no cuidado. As dificuldades foram referentes ao mecanicismo; falta de comunicação entre equipe de saúde; processo de morte e morrer; a não aceitação dos familiares; falta de um profissional de um plantão; a equipe de enfermagem não executar os cuidados paliativos na unidade hospitalar em questão e a falta de treinamento e preparo dos profissionais e da estrutura física hospitalar para a realização dos cuidados paliativos. Conclui-seque o profissional de enfermagem vê facilidades e enfrenta muitas dificuldades ao lidar com criança com câncer, mas é extremamente importante que mesmo com as dificuldades no cuidado a equipe de enfermagem olhe a criança internada como um todo, dando-lhe atenção com uma boa comunicação e um tratamento mais humanizado, aliviando suas dores e sofrimento
metadata.dc.description.abstractother: Nursing care for children with cancer in palliative care was this research’s investigated object, and learning the facilities and difficulties of the nursing staff on the performing of the palliative care with children with cancer as its goal. To achieve the proposed objective, the descriptive and exploratory research with a qualitative approach was chosen. The scenario was a pediatric public hospital’s nursery, which handles children in oncological treatment, located in Rio de Janeiro. The participants were eight nursery professional, of which two were nurses and the other six were nursery technicians. The data collection was carried out in April 2016, through a semi-structured interview. The research was approved by the Research Ethics Committee, of protocol number 1,403,289. All participants’ statements were fully transcribed and analyzed through thematic analysis. The results showed that, by the nursing team perspective, the difficulties are larger than the facilities; as facilities, there are: the good communication between nursing staff and family members, creating a link between them; playful activities; usage of suitable material, and nursing team with care excellence. The difficulties were related to the mechanism: lack of communication between the health team; death process and dying; the non-acceptance by the family members; lack of professionals on duty; nursing team not performing palliative care in the specific hospital unit and a lack of training and preparation for the professionals and hospital physical structure for the implementation of the palliative care. To conclude, the nursing professional finds facilities and faces a lot of difficulties when dealing with children with Cancer, but it is extremely important that despite the difficulties in the treatments, the nursing team notices the hospitalized child as whole, giving him attention with a good communication and amore humanized treatment, relieving their pain and suffering
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2386
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Thaís Garcia Stanziola.pdf1.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.