Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2421
Title: Práticas do enfermeiro nos bancos de leite humano do estado do Espírito Santo
Authors: Pereira, Juliana Aguiar Carvalho
metadata.dc.contributor.advisor: Alves, Valdecyr Herdy
metadata.dc.contributor.advisorco: Marchiori, Giovanna Rosario Soano
metadata.dc.contributor.members: Rodrigues, Diego Pereira
Branco, Maria Bertilla Lutterback Riker
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Pereira, Juliana Aguiar Carvalho. Práticas do enfermeiro nos bancos de leite humano do estado do Espírito Santo. 2016. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem e Licenciatura)-Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016
Abstract: Introdução: Ao longo da história, os enfermeiros se destacavam por cuidar bem de seus pacientes e de forma organizada, envolvendo assim, disciplina e conhecimento científico. Além disso o cuidado, norteou sua prática clínica antes mesmo de fazerem parte do corpo das teorias de enfermagem (COSTA, 2009). Faz-se necessário resgatar o que tem sido o Banco de Leite Humano (BLH) ao longo da história, suas origens, práticas culturais e sociais, as aproximações com o campo da saúde. O profissional de saúde deve apoiar e incentivar a lactante a pôr em prática o aleitamento materno, preparando- a psicologicamente, informando-a sobre a fisiologia da lactação, seus benefícios, como cuidar das mamas, o posicionamento dela e do bebê durante a amamentação, sendo que este preparo deve ser iniciado durante o pré-natal. Objetivo: Identificar as práticas dos enfermeiros em bancos de leite humanos do estado do Espírito Santos. Metodologia: Estudo descritivo e exploratório, com abordagem qualitativa, a partir dos discursos dos enfermeiros e suas práticas nos Bancos de Leite Humano. Os dados coletados foram submetidos à análise de conteúdo na modalidade temática, com base em Laurence Bardin (2010), mediante roteiro de entrevista semiestruturado, tendo como participantes enfermeiras atuantes nos sete Bancos de Leite Humano do Estado do Espírito Santo. A pesquisa foi aprovada pelo CEP/FM/HUAP/UFF através do CAEE nº 27224214.9.0000.5243. Resultados: A primeira categoria indica que as mulheres precisam ser preparadas para desempenhar o papel de lactante, visto que este tipo de cuidado deve ser prestado pelo enfermeiro. As subcategorias possibilitam visualizar a rotina das enfermeiras com questões administrativas e demandas organizacionais. A segunda categoria aborda a formação continuada e suscita a necessidade de consolidar uma política de favorecimento das ações do enfermeiro nos BLH. Conclusões: As iniciativas, programas, pesquisas e normas vêm sendo criadas em prol da amamentação, nas últimas décadas, mas ainda é necessário um investimento continuado e o envolvimento de profissionais qualificados. Estes últimos devem ser capacitados e interessados em praticar a teoria, levando o conhecimento para o seu dia-a-dia, comprometendo-se consigo mesmo e com o outro. Surge a necessidade de refletir sobre as práticas assistenciais no puerpério, como também instigar os profissionais de saúde a vivenciarem a prática educativa como estratégia de promoção da saúde indispensável a esse importante período da vida da mulher
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: Throughout history, the nurses stood out by taking good care of their patients and in an organized way, involving thus, discipline and scientific knowledge. Furthermore care, guided their practice even before being part of the body of nursing theories (COSTA, 2009). It is necessary to rescue what has been the Human Milk Bank (HMB) throughout history, its origins, cultural and social practices, the approaches to the field of health. Health professionals should support and encourage breastfeeding to implement breastfeeding, preparing psychologically, informing her about the physiology of lactation, its benefits, how to take care of the breasts, positioning her and the baby during breastfeeding, and this preparation should be started during the prenatal period. Objective: To identify the practices of nurses in human milk banks in the state of Espírito Santos. Methodology: descriptive and exploratory study with a qualitative approach, from the speeches of nurses and their practices in milk banks Humano.Os data were subjected to content analysis in the thematic mode, based on Laurence Bardin (2010) by script a semi-structured interview, with the participating nurses who work in the seven Human Milk Banks of the State of Espírito Santo. The study was approved by CEP / FM / HUAP / UFF through CAEE No 27224214.9.0000.5243. Results: The first category indicates that women need to be prepared to play the role of breastfeeding, as this type of care should be provided by nurses. The subcategories allow visualize the routine of nurses with administrative issues and organizational demands. The second category deals with continuing education and raises the need to consolidate a policy favoring the nurse's actions in HMB. Conclusions: Initiatives, programs, research and standards have been created to promote breastfeeding in recent decades, but continued investment and the involvement of qualified professionals is still needed. The latter must be able and interested in practicing the theory, bringing knowledge to their day-to-day, committing himself and the other. Comes the need to reflect on the care practices in the postpartum period, as well as prompt health professionals to experience the educational practice as a health promotion strategy essential to this important period of life of women
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2421
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Juliana Aguiar Carvalho Pereira.pdf923.76 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.