Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2502
Title: Assistência pré-natal na rede municipal de Niterói: a ótica valorativa dos profissionais de saúde
Authors: Silva, Luana Asturiano da
metadata.dc.contributor.advisor: Alves, Valdecyr Herdy
metadata.dc.contributor.members: Zveiter, Marcele
Silva, Rose Mary Costa Rosa Andrade
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Silva, Luana Asturiano da. Assistência pré-natal na rede municipal de Niterói: a ótica valorativa dos profissionais de saúde. 2015. 78 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Ciências do Cuidado em Saúde) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2015
Abstract: O objeto deste estudo é a ótica valorativa dos profissionais da saúde acerca da assistência pré-natal. O pré-natal é um forte aliado na luta contra a morbimortalidade materna, perinatal e neonatal, e, neste aspecto, os valores vivenciados pelos profissionais influenciarão diretamente neste cuidado. Os objetivos foram: compreender os valores intuídos nos discursos dos profissionais da saúde sobre a assistência realizada no pré-natal na Rede de Atenção Básica do Município de Niterói; analisar, com base na Teoria dos Valores de Max Scheler, os valores intuídos nos discursos dos profissionais que vivenciam a consulta pré-natal; discutir, com base na Teoria dos Valores de Max Scheler, a relação entre os valores intuídos na ótica dos profissionais de saúde na assistência pré-natal na Rede de Atenção Básica do Município de Niterói e as Políticas de Saúde em vigor. Optou-se pela abordagem qualitativa fenomenológica, utilizando um estudo descritivo, exploratório, no campo da Teoria dos Valores Max Scheler. Como instrumento de coleta de dados foi utilizado um roteiro de entrevista semiestruturada individual, elaborado a partir dos objetivos estabelecidos, possibilitando ao entrevistado discorrer sobre o tema em questão. Os cenários da pesquisa foram quatro Unidades de Saúde na Atenção Básica da Prefeitura de Niterói. Foram entrevistados quatorze (14) profissionais da saúde, lotados nas Policlínicas, os quais participam do pré-natal. Para tratamento dos dados foi realizada a análise de conteúdo na modalidade temática segundo proposta de Bardin, viabilizando uma sistematização dos dados e, assim, facilitando a análise das falas. Emergiram as seguintes categorias: “O valor vínculo como processo de qualidade para consulta pré-natal: um valor do perceber afetivo vital”; “O olhar para a prevenção como valor vital na consulta do pré-natal”; “Recursos humanos um valor útil no campo da garantia do pré-natal qualificado”. Nesta pesquisa, foi focada a questão do pré-natal enquanto um valor preferencial para a sociedade, um valor vital, e por isso é contra valor quando não conseguirmos oferta-lo da melhor forma. Os resultados apontam para uma realidade diferente da recomendada pelas Políticas Públicas. A dificuldade na criação de vínculo entre profissionais e gestantes, problemas de acessibilidade aos exames do pré-natal, precariedade no que diz respeito a recursos humanos e materiais necessários ao cuidado pré-natal, foram problemas que emergiram das falas dos profissionais participantes do presente estudo. Esforços devem ser somados para que a configuração da rede de atenção ao pré-natal tenha uma melhora no provimento de condições básicas para adequação deste acompanhamento, e o profissional da saúde é fundamental tanto na articulação de redes quanto no atendimento integral das necessidades das gestantes, em prol de um avanço da assistência. Nesse sentido, o poder público deve priorizar aspectos vitais para a sociedade, como é o caso da Saúde, para que não mais ocorram essas falhas graves que podem contribuir para um aumento significativo da mortalidade materna, perinatal e neonatal.
metadata.dc.description.abstractother: The object of this study is the evaluative perspective of health professionals about the prenatal care. Prenatal is a strong ally in the fight against maternal, perinatal and neonatal morbidity and mortality, and, from this point of view, the values experienced by professionals directly influence this care. The objectives were: to understand the intuited values in the discourse of health professionals on assistance performed prenatally on Basic Care Network of the city of Niterói; analyze, based on the theory of Max Scheler values, the values intuited in the speeches of professionals who experience prenatal visit; discuss, based on the theory of Max Scheler values, the relationship between the values intuited from professionals’of health point of view in prenatal care in Primary care Network of the city of Niterói and in current health Policy. We opted for the phenomenological qualitative approach, using a descriptive, exploratory study, in the field of Max Scheler Theory. As data collection instrument, we used a semi-structured individual interview guide, according to the established objectives, which enabled the interviewee discuss the issue. The scenarios of the research were four Primary Health Care Units of municipal government in Niterói. Fourteen (14) health professionals were interviewed, in Polyclinics, who participate of prenatal care. For treatment of data the content analysis was performed in the thematic mode as proposed by Bardin, enabling systemise data and thus simplify the analysis of the speeches. The following categories emerged: "The bond value as quality process for prenatal visit: a value of vital affection notice"; "An eye to prevention as a key value in the prenatal visit"; "Human resources as useful value in the field of qualified prenatal guarantee". This research was focused on the issue of prenatal care as a preferencial value to society, a vital value, and therefore it is an opposite value when we cannot offer the best way. The results point to a different reality as recommended by the Public Policy. The difficulty in creating bonds between professionals and pregnant women, accessibility problems to prenatal exams, precarious of the human and material resources needed in prenatal care, they were issues that emerged from the speeches of the participants of this professional study. Efforts should be added to the configuration of prenatal care network, so that there is an improvement in the provision of basic conditions for adequacy of this monitoring. Therefore the health professional is crucial both in the articulation of networks and in fully meeting the needs of pregnant women, in favor of advancing assistance. In this sense, the government should prioritize vital aspects to society, such as Health, so serious flaws that can contribute to a significant increase in the mother, neonatal and perinatal mortality do not occur anymore.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2502
Appears in Collections:PACCS - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luana Asturiano da Silva.pdf3.87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.