Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2528
Title: A espiritualidade, e a religiosidade e o cuidado ao paciente oncológico: uma revisão integrativa
Authors: Simas, André Furtado
metadata.dc.contributor.advisor: Andrade, Marilda
metadata.dc.contributor.advisorco: Santana, Pedro Paulo Corrêa
metadata.dc.contributor.members: Santana, Pedro Paulo Corrêa
Antunes, José Luiz Cordeiro
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Simas, André Furtado. A espiritualidade, e a religiosidade e o cuidado ao paciente oncológico: uma revisão integrativa. 2016. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem e Licenciatura)-Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016
Abstract: Dentre as dimensões como corpo, mente e a dimensão espiritual, as menos consideradas e as que mais geram dúvidas e desconforto entre os profissionais de saúde, são a religiosidade e a espiritualidade, mesmo que sempre tenham sido consideradas, conforme várias evidências científicas, importantes aliadas na vida das pessoas. Por isso objetivou-se com esta pesquisa: Levantar a produção cientifica sobre a espiritualidade e da religiosidade e o cuidado ao paciente oncológico e descrever os benefícios desta abordagem espiritual e da religiosa no cuidado ao paciente oncológico. Tratou-se de uma revisão integrativa de literatura onde a pesquisa foi feita na base de dados da LILACS e na biblioteca da SCIELO onde contamos com 07 artigos selecionados. A partir desta investigação, foram criadas duas categorias: 1ª os benefícios da espiritualidade e da religiosidade ao paciente oncológico e 2ª atuação do enfermeiro frente à espiritualidade e a religiosidade dos pacientes oncológicos. Os estudos trouxeram as emoções produtivas, a crença em Deus como enfrentamento da doença, e que contribui para dar significado, propósito, esperança e fé. A religiosidade tem um significado importante para a humanidade, assim sendo, as atividades espirituais e religiosas, e podem ser agregadas às terapias e tratamentos realizados pela enfermagem, embora novas pesquisas na área ainda precisem ser implementadas, com o intuito de fundamentar a prática já encontrada comumente nos serviços, corroborando com alguns autores que revelam que os recursos religiosos de orações, promessas, peregrinações, exercícios ascéticos e ações rituais são constantemente utilizados em situações de enfrentamento. O enfermeiro tem o papel de auxiliar o paciente e sua família a conectar-se com o que lhe dá força para prosseguir lutando. A dimensão espiritual e religiosa está presente na vida pessoal de profissionais de saúde e pesquisadores, e é importante que os enfermeiros avaliem a necessidade de intervenção nesse campo
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2528
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
André Furtado Simas.pdf249.43 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.