Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2565
Title: Educação permanente como contribuição para a intervenção e prevenção de quedas em idosos
Authors: Contarine Neto, Luiz
metadata.dc.contributor.advisor: Alves Júnior, Edmundo de Drummond
metadata.dc.contributor.members: Santos, Angela Brêtas Gomes dos
Cordeiro, Benedito Carlos
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Contarine Neto, Luiz. Educação permanente como contribuição para a intervenção e prevenção de quedas em idosos. 2016. 93 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde) - Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2016
Abstract: As quedas destacam-se como um dos principais fatores que acometem a saúde do idoso, sendo responsáveis pela perda da independência funcional e da sua qualidade de vida. Desse modo, os objetivos do presente estudo foram verificar a prevalência de quedas e seus fatores de riscos nos idosos frequentadores do projeto Centro Qualidade de Vida (CQV) do Instituto Federal Fluminense (IFF) Campus Campos Centro; desenvolver uma experiência de Educação Permanente entre os profissionais de Educação Física e elaborar uma proposta de intervenção para a prevenção de quedas. A problemática que levou ao desenvolvimento desta pesquisa surgiu a partir da observação dos autores, na prática, do absenteísmo dos idosos nas atividades práticas devido a problemas de saúde, em consequência de acidentes relacionados a quedas. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório, com abordagem metodológica quantitativa, realizado no período de fevereiro a março de 2015, no IFF Campos. Os sujeitos foram 50 idosos de 60 anos ou mais, de ambos os sexos, e os profissionais de Educação Física (EF) que participam do projeto CQV. Os dados foram coletados em duas etapas: na primeira etapa com os idosos, foi aplicado um questionário para investigação do evento queda. Na segunda etapa, para o desenvolvimento da oficina de Educação Permanente, trabalhou-se com nove profissionais de EF, sendo que cinco desses atuam diretamente no projeto. Os dados do questionário foram tabulados a partir da análise estatística por distribuição percentual. A prevalência de quedas entre os idosos foi de 50%. Entre os que sofreram quedas, 40% tiveram uma única queda em 12 meses e a maior parte ocorreu na residência (68%). A prevalência de quedas associou-se à idade entre 70 a 79 anos (60%), sendo a maioria do sexo feminino (80%). Em relação aos fatores de riscos, destaca-se a presença de piso irregular nas residências (32%), escadas sem corrimão (42%), ausência de tapetes de borracha ou piso antiderrapante nos banheiros (52%), ruas e calçadas com buracos (68%) e piso irregular (72%). Como produto desse estudo, foi elaborada uma cartilha com informações sobre os fatores de riscos e 'dicas' para a prevenção de quedas, além da proposta de implantação da Educação Permanente na Educação Física. Esses dados chamam a atenção para a necessidade de ações educativas e preventivas que favoreçam a identificação dos fatores de riscos, já que só a partir do seu conhecimento é possível estabelecer um programa de prevenção eficiente
metadata.dc.description.abstractother: Falls are highlighted as one of the main factors that affect the health of the elderly person, and they are responsible for the loss of functional independence and quality of life. Accordingly, the objectives of this study were to check the prevalence of falls and their risk factors in elderly people who attend the Quality of Life Center project (QOLC), which belongs to the Fluminense Federal Institute (IFF, as per its acronym in Portuguese), Center-Campos Campus; to develop an experience of Continuing Education among Physical Education professionals; to draw up an intervention proposal for preventing falls. The issue that led to the development of this research emerged from the observation of the authors, in practice, of the absenteeism of elderly people in practical activities due to health problems as a result of accidents related to falls. This is a descriptive and exploratory study, with quantitative and methodological approach, held from February to March 2015, at the IFF Campos. Participants were 50 elderly people aged 60 years or over, of both sexes, and Physical Education professionals (PE) who take part in the QOLC project. Data were collected in two steps: in the first stage with the elderly people, a questionnaire for investigating the events related to falls was applied. In the second step, in order to develop the workshop about Continuing Education, we worked with nine PE professionals, five of these work directly in the project. The questionnaire data were tabulated from the statistical analysis by percentage distribution. The prevalence of falls among the elderly people was 50%. Among those who suffered falls, 40% had a single fall in 12 months and most occurred at home (68%). The prevalence of falls was associated with age between 70 and 79 years (60%), and most were females (80%). Regarding the risk factors, one should highlight the presence of irregular floor in their houses (32%), stairs without handrail (42%), lack of rubber carpets or anti-slip floors in the bathrooms (52%), streets and sidewalks with holes (68%), and uneven floor (72%). As a product of this study, we have drawn up a guidebook with information about the risk factors and tips for preventing falls, as well as the proposal for implementing the Continuing Education in Physical Education. These data draw attention to the need for educational and preventive actions that foster the identification of risk factors, since only their knowledge is capable of allowing the establishment of an effective prevention program
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2565
Appears in Collections:MPES - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luiz Contarine Neto.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.