Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2567
Title: O manejo da prescrição medicamentosa frente ao protocolo de segurança da Anvisa
Authors: Ermida, Bruna Guimarães
metadata.dc.contributor.advisor: Flores, Paula Vanessa Peclat
metadata.dc.contributor.members: Carmo, Thalita Gomes do
Figueiredo, Lyvia da Silva
Pereira, Juliana de Melo Vellozo
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Ermida, Bruna Guimarães. O manejo da prescrição medicamentosa frente ao protocolo de segurança da Anvisa. 2016. 47 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem e Licenciatura)-Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016
Abstract: Introdução: De acordo com o Ministério da Saúde e a ANVISA, o protocolo de segurança na prescrição deve ser utilizado por todos os estabelecimentos que prestem cuidados à saúde e que façam uso e administração de medicamentos, em todos os níveis de complexidade. Questão norteadora: Os estudos realizados acerca da segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos atendem aos preceitos do Protocolo de Segurança na Prescrição, uso e administração de medicamentos? Objetivo Geral: Analisar o perfil da produção científica acerca da segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos à luz dos preceitos do Protocolo de Segurança na Prescrição, uso e administração de medicamentos. Objetivos específicos: Identificar o perfil da produção bibliográfica acerca da segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos e analisar estudos identificados à luz dos preceitos do Protocolo de Segurança na Prescrição, uso e administração de medicamentos. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, realizada nas bases de dados online LILACS e Medline via PUBMED . A busca ocorreu no período entre fevereiro e março de 2016. Foram utilizadas nas bases de dados a seguinte estratégia de busca: “Prescrição de Medicamentos” AND “Segurança do Paciente” Foram identificados 87 estudos nas bases de dados pesquisadas, após aplicação dos critérios de elegibilidade foram eleitos 19 estudos para leitura de texto completo, com o intuito de responder à questão do estudo. Os estudos foram analisados e os dados digitados em banco de dados em Microsoft Excel 2007 para análise descritiva. Resultados: A maioria dos estudos foram publicados em revistas sem qualificação para Enfermagem (n=15), seguidos de classificação B2 (n=2). Classificação do nível de evidência IV (n=7), seguidos do nível de evidência III (n=5). Após o estudo completo dos vinte artigos selecionados, foram estabelecidas sete categorias pautadas no protocolo da ANVISA: Itens de verificação para a prescrição segura de medicamentos, Indicação, cálculos de doses e quantidades dos medicamentos, Categorias sem artigos relacionados, Pontos de transição do paciente, Prescrição segura de medicamentos potencialmente perigosos ou de alta vigilância, Suporte eletrônico para prescrição e Outras informações importantes para a prescrição segura. Conclusão: O presente estudo demonstra fragilidade nos estudos publicados, uma vez que não há artigos publicados em revistas de impacto, assim como, os níveis de evidência dos estudos não ultrapassam níveis III e IV. Outro aspecto importante é a ausência de estudos relacionados a tópicos importantes do protocolo da ANVISA. Estes pontos destacados, demonstram a fragilidade das publicações destinadas à segurança do paciente no que concerne o manejo da prescrição, ressaltando a necessidade que as equipes de saúde, sobretudo a enfermagem, desenvolvam estudos em prol da melhoria da assistência de saúde prestada
metadata.dc.description.abstractother: Object of study: The scientific production on safety in prescription, use and administration of medicines analyzed in the light of the provisions of Security Protocol in prescription, use and administration of medications. General Objective: To analyze the profile of the scientific production on safety in prescription, use and administration of drugs in the light of the Security Protocol provisions on prescription, use and administration of medications. Methodology: This is an integrative literature review, conducted in the online databases LILACS, PUBMED, ‘Portal de Periódicos Capes’. The search took place in the period between February and March 2016, using the following inclusion criteria: articles in Portuguese, Spanish and English, who responded to the research question, no time frame. Search strategies: "Prescription Drugs" AND "Patient Safety" in the databases LILACS, PUBMED and Portal Capes. Were excluded articles without abstracts, repeated in databases, in editorial format, letter to the editor and reflection papers. Were identified 87 studies and after application of the exclusion criteria and were elected 20 studies for full text reading, in order to answer the question of the study. The studies were analyzed and the data entered in the database in Microsoft Excel 2007 for descriptive analysis. Then were synthesized in three tables, the first for the synthesis of the periodic information, which evaluated the titles, periodicals name, country, qualis capes (according to Nursing), level of evidence and year of publication ; the second assessed the methodological aspects, being evaluated the type of study, setting, participants and the main results and conclusion; the third table characterized the studies according to the sub items of the ANVISA protocol, resulting in the analysis categories. Results: Most of the studies were published in journals without qualification for nursing (n = 15), followed by classification B2 (n = 2). evidence level ranking IV (n = 7), followed by evidence level III (n = 5). After thorough study of twenty selected articles, seven categories were established grounded in ANVISSA protocol: Check items for safe prescription medication, indication, dose calculations and amounts of drugs, categories no related articles, patient transition points, safe prescribing of potentially dangerous drugs or high surveillance, electronic support for prescription and other important information for safe prescribing. Conclusion: This study demonstrates weakness in published studies, since there are no articles in impact journals, as well as studies evidence levels do not exceed the levels III and IV. Another important aspect is the lack of studies related to important topics of the ANVISA protocol, such as duration of treatment, use of vague expressions, dosage, dilution rate, infusion time and route of administration, modification of current or current prescription, verbal Prescriptions . These points highlighted, demonstrating the fragility of publications aimed at patient safety regarding the management of prescription, stressing the need that the health workers, especially nurses, develop studies in order to improve health care delivery
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2567
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Bruna Guimarães Ermida.pdf557.84 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.