Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2572
Title: Produção científica da enfermagem sobre as dificuldades vivenciadas por pessoas com hanseníase: uma revisão integrativa
Authors: Tavares, Graziela Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Andrade, Marilda
metadata.dc.contributor.advisorco: Santana, Pedro Paulo Corrêa
metadata.dc.contributor.members: Santana, Pedro Paulo Corrêa
Cavagna, Vitor Machado
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Tavares, Graziela Silva. Produção científica da enfermagem sobre as dificuldades vivenciadas por pessoas com hanseníase: uma revisão integrativa. 2016. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem e Licenciatura)-Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016
Abstract: Estudo caracterizado por revisão integrativa, realizado nas bases de dados em Enfermagem (BDENF), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Índice Bibliográfico Espanhol de Ciências da Saúde (IBECS), Medical Literature Analysis and Retrievel System Online (MEDLINE) e na Scientific Electronic Library Online (SCIELO). Ao total foram selecionados 18 artigos que atenderam aos critérios de inclusão, tais como, artigos publicados nos últimos dez anos; com texto completo e publicados em português, inglês e espanhol. E os critérios de exclusão foram, repetidos na bases de dados e que não tinham pelo menos um autor da enfermagem. Objetivou- se conhecer sobre as dificuldades vivenciadas por pessoas com hanseníase; descrever essas dificuldades vivenciadas por essas pessoas; e discutir as ações do Enfermeiro frente às dificuldades vivenciadas por essas pessoas. Na discussão foram criadas duas categorias: Dificuldades enfrentadas pelos portadores de hanseníase e as Estratégias de enfermagem no enfrentamento das dificuldades vivenciadas pelos portadores da doença. Os resultados da pesquisa evidenciaram que muitos portadores ainda sofrem preconceito, dificuldades emocionais e físicas, dessa forma são excluídos socialmente por terem contraído a doença. Alguns pacientes sabem sobre a hanseníase, as deformidades que ela pode causar, já vivenciaram situações variadas de discriminação, por isso essa doença não é somente um problema de saúde pública como também um problema social, onde se faz necessário disseminar informações sobre o que essa doença representa. Dessa forma é imprescindível a participação da enfermagem na assistência direta a população dentro de uma unidade de saúde da família, tendo por objetivo a disseminação da informação sobre forma de transmissão e seu controle, onde era consulta de enfermagem, o hanseniano é orientado quanto a prevenção das complicações físicas. Conclui-se que há a necessidade da equipe de enfermagem em realizar estratégias para minimizar as complicações que esses pacientes podem apresentar, como informações sobre a ausência de sensibilidade, o cuidado com os pés, com os olhos, com as úlceras. A enfermeira é o profissional que vai estar frente a frente a esse portador, visando não somente a supervisão da medicação, como também de que forma ele está se sentindo perante a sociedade
metadata.dc.description.abstractother: Study characterized by integrative review, conducted in the databases in Nursing (BDENF), Latin American and Caribbean Health Sciences (LILACS), Bibliographical Index Spanish Health Sciences (IBECS), Medical Literature Analysis and Retrievel System Online (MEDLINE) and Scientific Electronic Library Online (SciELO). In total they were selected 18 articles that met the inclusion criteria, such as articles published in the last ten years; Full-text and published in Portuguese, English and Spanish. The exclusion criteria were repeated in databases and that they had at least one author of nursing. Objetivou- to know about the difficulties experienced by people with leprosy; describe these difficulties experienced by these people; and discuss the actions of the nurse in the face of difficulties experienced by these people. In the discussion two categories were created: Difficulties faced by the leprosy patients and nursing strategies in addressing the difficulties experienced by sufferers. The survey results showed that many patients still suffer prejudice, emotional and physical difficulties thus are socially excluded because they have contracted the disease. Some patients know about the disease, deformities that it can cause, they have experienced various situations of discrimination, so the disease is not only a public health problem but also a social problem, where it is necessary to disseminate information on this disease represents. Thus the participation of nursing is essential in direct assistance to the population in a health unit of the family, with the objective of disseminating information on the form of transmission and its control, which was nursing consultation, the leper is guided as prevention the physical complications. We conclude that there is a need of the nursing team in carrying out strategies to minimize the complications that these patients may have, such as information about the absence of sensitivity, care of the feet, the eyes, with ulcers. The nurse is the professional who will be face to face with that carrier, aiming not only the supervision of medication, as well as how he's feeling in society
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/2572
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Graziela Silva Tavares.pdf475.91 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.